Patrocínio
 


 

Notícias+


Arara-azul-de-lear tem filhotes no CECFAU, em São Paulo
Centro de Conservação da Fauna comemora nascimento de espécie ameaçada

27/02/2019 – Inaugurado em 2015, na cidade de Araçoiaba da Serra, interior de São Paulo, o CECFAU – Centro de Estudos e Conservação da Fauna Silvestre do Estado de São Paulo, comemora em 2019, o nascimento de novos filhotes de arara-azul-de-lear (Anodorhynchus leari), uma espécie com alto risco de ameaça.

O CECFAU foi idealizado com objetivo de promover a pesquisa e a conservação de espécies ameaçadas de extinção. Atualmente, a arara-azul-de-lear é a única espécie da avifauna presente no local. A espécie está classificada como “Em Perigo” (EN) de extinção, e segundo o Zoo de São Paulo, sua reprodução em cativeiro é difícil e somente em 2015, a Fundação teve êxito. Endêmica do Estado da Bahia, ocorrendo em áreas restritas do Bioma Caatinga, a arara-azul-de-lear sofre grande pressão por redução de habitat e pelo tráfico de animais silvestres.

CECFAU/Paulo Gil/Divulgação

Filhotes de arara-azul-de-lear (Anodorhynchus leari).



Nos últimos anos os pesquisadores do CECFAU realizaram remanejamentos de animais e tentativas de novos pareamentos, em janeiro de 2019, a Fundação anunciou o nascimento dos novos filhotes. Desde o inicio do projeto de conservação o casal de araras já deu a luz a nove filhotes vivos.

O novo casal já postou quatro ovos, originando o nascimento de três filhotes, sendo dois criados inicialmente pelos pais. Com a morte de um dos filhotes, o remanescente passou a ser criado artificialmente pela equipe do centro. O terceiro filhote nasceu na chocadeira do CECFAU, após sua retirada no estágio final de desenvolvimento.

Segundo a Fundação, uma nova postura de ovos pode ocorrer ainda no inicio deste ano. Enquanto os pesquisadores esperam, os filhotes recebem cuidados diários com alimentação, pesagem e limpeza, com objetivo de garantir seu total desenvolvimento. A reduzida população da espécie mantida em cativeiros, criadouros e zoológicos é um desafio para a variabilidade genética da população cativa, tornando a reprodução ainda mais difícil. Por isso o nascimento é tão comemorado. "Diante disso, é uma grande conquista para esta Fundação manter um segundo casal reproduzindo com êxito, pois irá fortalecer as ações de recuperação da espécie, visando a manutenção de uma população geneticamente viável nos atuais programas de proteção", informou a Fundação.

CECFAU/Paulo Gil/Divulgação

Filhotes de arara-azul-de-lear (Anodorhynchus leari).



A Pick-upau no CECFAU
Paisagismo Ecológico: A Agência Ambiental Pick-upau realizou o Projeto de Paisagismo Ecológico do CECFAU onde foram considerados diversos aspectos como a biologia reprodutiva, bem como a fenologia das espécies; vetor de polinização (dispersão de frutos e sementes); ocorrência natural, considerando o sistema fisionômico-ecológico de classificação vegetal (tipos de florestas); aspectos ecológicos, como a densidade demográfica; celeridade de crescimento e/ou sucessão ecológica; desenvolvimento silviculturais em pleno sol e áreas sombreadas, potencialidade de desenvolvimento das espécies em função do clima apresentado, com o objetivo de analisar parâmetros que visam quantificar e qualificar espécies arbóreas e arbustivas mais adequadas para a composição final do projeto de paisagismo do CECFAU. O projeto teve como principal objetivo criar um ambiente mais agradável e adequado para as espécies que vivem e viverão no centro de pesquisa, além de integrar as construções e as pessoas que trabalham no local.

Pick-upau/Divulgação

Paisagismo Ecológico no CECFAU.



Sobre o Zoo de SP
Poucas experiências são tão significativas para adultos e crianças quanto uma visita ao Zoológico. Apreciar a diversidade da fauna cria um vínculo poderoso e universal com a natureza. Aproximadamente 10% da população do mundo visita um zoológico ou aquário a cada ano. Desde sua abertura em 1958, o Zoológico de São Paulo já recebeu mais de 85 milhões de visitantes.

CECFAU/Paulo Gil/Divulgação

Filhotes de arara-azul-de-lear (Anodorhynchus leari).



Localizado em uma área de 824.529 m² de Mata Atlântica, o parque aloja nascentes do histórico riacho do Ipiranga, cujas águas formam um lago que acolhe exemplares de aves de várias espécies, além de aves migratórias. Assim como o lago, a mata abriga animais nativos de vida livre, formando maravilhosa fauna paralela.

Por meio da exibição de mais de 3.000 animais, representados por espécies de mamíferos, aves, répteis, anfíbios e invertebrados, o Zoológico de São Paulo promove a conscientização do público sobre as diversas formas de vida sobre a Terra.

Sobre o CECFAU
Inaugurado em 2015, o CECFAU – Centro de Conservação de Fauna Silvestre do Estado de São Paulo foi concebido pelo Conselho Diretor e pelo corpo técnico da Fundação Parque Zoológico de São Paulo, e viabilizado exclusivamente com recursos financeiros próprios, arrecadados pela atividade de visitação do parque. Trata-se de um avançado centro de estudos voltado para o monitoramento ambiental, a preservação de amostras e a manutenção de recursos genéticos. O local escolhido como sede é uma área de 80 mil m², dentro da Fazenda do Zoo, em Araçoiaba da Serra/SP.

CECFAU/Paulo Gil/Divulgação

Casal de arara-azul-de-lear (Anodorhynchus leari).



O projeto de infraestrutura do CECFAU segue diretrizes que priorizam a gestão ambiental sustentável e inclui em suas instalações áreas administrativas, de apoio técnico, de alimentação animal e um complexo de recintos adaptados para o manejo de diferentes espécies animais. Na área de treinamentos, concentra espaço equipado para realização de cursos, reuniões, palestras e eventos. As atividades operacionais estão segmentadas em espaços próprios, como escritórios, vestiários e depósito de suprimentos.

Com toda essa infraestrutura, o CECFAU encontra-se plenamente capacitado para cumprir com distinção seu principal papel: promover a conservação de espécies da fauna silvestre nativa ameaçadas de extinção, por meio de pesquisas e programas integrados de conservação in situ e ex situ e da manutenção de indivíduos cativos geneticamente viáveis para programas de reintrodução e reforço das populações na natureza.

No campo da pesquisa, o laboratório de biologia molecular da Fundação permitirá ainda a criação de um banco genético de reserva, integrando equipes multidisciplinares, entidades ambientais e a comunidade científica.

CECFAU/Paulo Gil/Divulgação

Casal de arara-azul-de-lear (Anodorhynchus leari).



Outro aspecto muito importante é o estímulo à educação ambiental das comunidades que vivem próximas às áreas onde o CECFAU desenvolve seu trabalho de campo. A preocupação dos técnicos envolve não apenas o estudo e a conservação da fauna local ameaçada, mas a conscientização da população sobre o importante papel que cada espécie desempenha no equilíbrio do meio ambiente.

Com a criação do CECFAU, toda a equipe da Fundação já comemora os resultados, às vezes intangíveis, como a conscientização das pessoas, outrora muito significativos, como as primeiras pesquisas ou mesmo um feito inédito e emocionante, como o nascimento do primeiro filhote de arara-azul-de-Lear em cativeiro no Brasil. Essa é a motivação que impulsiona todos os profissionais da Fundação e do CECFAU: utilizar seu capital humano e tecnologia para amparar a vida animal.

O Projeto Aves realiza diversas atividades voltadas ao estudo e conservação desses animais. Pesquisas científicas como levantamentos quantitativos e qualitativos, pesquisas sobre frugivoria e dispersão de sementes, polinização de flores, são publicadas na Darwin Society Magazine; produção e plantio de espécies vegetais, além de atividades socioambientais com crianças, jovens e adultos, sobre a importância da conservação das comunidades de avifauna. O Projeto Aves é patrocinado pela Petrobras, por meio do Programa Petrobras Socioambiental, desde 2015.

Pick-upau/Divulgação

Veja o artigo científico sobre o Projeto de Paisagismo Ecológico do CECFAU.



Da Redação, com informações da FPZSP
Fotos: Reprodução/Pick-upau/CECFAU/Zoo/Paulo Gil

 
 
 
 
Copyright 2019 - Pick-upau - Todos os direitos reservados - São Paulo - Brasil
 
 

 

 
Patrocínio
 
 
     
 

Nas Redes

Quem Somos
  Pesquisa Científica
Reflorestamento e Produção Florestal
corporativo@pick-upau.org.br Mitigação de Mudanças Climáticas
55 11 3571-3480 CECFLORA - Centro de Estudos e Conservação da Flora
São Paulo - SP Negócios Sustentáveis
  Publicações
  Acervo Técnico
  Central de Educação e Jornalismo Ambiental