Patrocínio
 


 

Notícias+


Projeto Aves: Maria-faceira
Consome grandes insetos, rãs, minhocas e pequenas cobras.

MARIA-FACEIRA
Syrigma sibilatrix (Temminck, 1824)
Família: Ardeidae
Nome em inglês: Whistling Heron

05/11/2019 – Espécie restrita a América do Sul, cujas populações se distribuem em dois núcleos: Colômbia e Venezuela e regiões centro e sudeste da América do Sul. Na Mata Atlântica ocorre da Bahia ao limite sul do domínio, abrangendo Paraguai e Argentina.

Reprodução/Pick-upau

Maria-faceira (Syrigma sibilatrix)


Há duas subespécies, uma ocorre no Brasil e na Mata Atlântica, Syrigma s. sibilatrix.

Syrigma s. sibilatrix ocorre no Brasil Central e da Bolívia ao Uruguai. Ocorre nos estados de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Espírito Santo, São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

Reprodução/Pick-upau

Maria-faceira (Syrigma sibilatrix)

 

Tem cerca de 53 cm. O alto da cabeça é preto; bico rosa com ponta preta; pescoço ocre e asas cinza. O imaturo tem o pescoço mais estriado.

Caminha sozinha, em pares ou em grupos familiares. Consome grandes insetos, rãs, minhocas e pequenas cobras, às vezes imóvel e por meio de um bote.

Reprodução/Pick-upau

Maria-faceira (Syrigma sibilatrix)

 

Habita campos, pampas, plantações, cerrados, savanas de cupim e varjões. No Sudeste aparece próximo à orla marítima, campos litorâneos e nas fazendas. Geralmente abaixo de 1000 m de altitude, às vezes até 1800 m. Raramente se associa com outras garças e tem menos preferência por locais próximos à água do que outras garças.

Emite em voo, um som com tom aflautado e sonoro, “viii... viii..”. Permanece com o pescoço esticado durante o voo, ao contrário de outras garças. Dormem em grupos em eucaliptais no Sudeste.

Reprodução/Pick-upau

Maria-faceira (Syrigma sibilatrix)


Projeto Aves realiza diversas atividades voltadas ao estudo e conservação desses animais. Pesquisas científicas como levantamentos quantitativos e qualitativos, pesquisas sobre frugivoria e dispersão de sementes, polinização de flores, são publicadas na Darwin Society Magazine; produção e plantio de espécies vegetais, além de atividades socioambientais com crianças, jovens e adultos, sobre a importância da conservação das comunidades de avifauna. O Projeto Aves é patrocinado pela Petrobras, por meio do Programa Petrobras Socioambiental, desde 2015.

Da Redação (Viviane Rodrigues Reis)
Fotos: Pick-upau/Reprodução
Com informações de Comitê Brasileiro de Registros Ornitológicos, 2015; IOC World Bird List, 2018; Moreira-Lima, 2013; Ridgely et al., 2015; Sigrist, 2014.

 
 
 
 
Copyright 2019 - Pick-upau - Todos os direitos reservados - São Paulo - Brasil
 
 

 

 
Patrocínio
 
 
     
 

Nas Redes

Quem Somos
  Pesquisa Científica
Reflorestamento e Produção Florestal
corporativo@pick-upau.org.br Mitigação de Mudanças Climáticas
55 11 3571-3480 CECFLORA - Centro de Estudos e Conservação da Flora
São Paulo - SP Negócios Sustentáveis
  Publicações
  Acervo Técnico
  Central de Educação e Jornalismo Ambiental