Portal Pick-upau passa a fazer parte do acervo da 'Library of Congress'
Biblioteca do Congresso dos Estados Unidos é a maior do mundo

05/08/2020 – Em meados de 2001 a Agência Ambiental Pick-upau publicava suas primeiras páginas na internet. Naquela época a rede mundial de computadores ainda tinha seus limites, era caro e difícil produzir e manter um site publicado. Muitas hospedagens eram realizadas em outros países e portais, que hoje são gigantes da internet, estavam apenas começando.

As mudanças na acessibilidade e na maneira de navegação evoluíram bastante e os sites tiveram que se adaptar às novas plataformas digitais, e o Portal Pick-upau acompanhou essas mudanças para manter as informações socioambientais disponíveis na rede.

Reprodução/Wikipedia/Library of Congress

Edifício Thomas Jefferson (Thomas Jefferson Building) e o James Madison Memorial Building que compõem o Complexo do capitólio dos Estados Unido.



A plataforma digital da Pick-upau sempre manteve como principais características a quantidade, a diversidade e a fonte do conteúdo. Nesse sentido o Portal foi se modelando às novas tendências estéticas, mas sempre mantendo sua linha editorial. A denominação ‘Portal’ geralmente destina-se a sites que mantém propriedades como uma variedade de assuntos e conteúdos, ainda que esses sejam destinados a uma área específica e principalmente o volume de informação disponível nessa plataforma.

Dentro desses critérios o Portal Pick-upau apresenta alguns dados que corroboram para sua classificação. Atualmente a plataforma engloba oito domínios ou endereços que funcionam como sites satélites. Além do Portal Pick-upau (www.pick-upau.org.br), o Projeto Outono (www.outono.org.br), o CECFLORA – Centro de Estudos e Conservação da Flora (www.cecflora.org.br), o Programa Atmosfera (www.atmosfera.org.br), o Projeto Darwin (www.darwin.org.br), o Projeto Refazenda (www.refazenda.org.br), o Projeto Aves (www.projetoaves.org.br) e a Rede de Sementes (www.redesementes.org.br).

Reprodução/Wikipedia/Library of Congress

Edifício Thomas Jefferson (Thomas Jefferson Building).

 

Esses domínios todos relacionados ao Portal Pick-upau contabilizam hoje mais de 254 mil arquivos, entre páginas, fotos, mapas, arquivos em .pdf, vídeos, áudios, imagens, ilustrações, gráficos, planilhas, organizados em mais de 8.200 pastas de compartilhamento. Para facilitar a busca desses arquivos o Portal utiliza o sistema do Google que realiza buscas mais precisas, devido à complexidade do armazenamento dos dados.

Em 2019 o Portal registrou 120.865 pageviews e 70.978 visitantes. Já em 2020 os números já superaram os indicadores do ano anterior com 127.554 pageviews e 83.639 visitantes, até junho de 2020, números significativos em tempos de redes sociais como principais ferramentas de propagação de informação. Agora, esse projeto de educação e jornalismo socioambiental recebe o reconhecimento de uma importante instituição internacional.

Reprodução/Wikipedia/Library of Congress

Edifício Thomas Jefferson (Thomas Jefferson Building).



A partir de agora o Portal Pick-upau e todo seu conteúdo relacionado faz parte do acervo do Programa de Arquivamento na Web da Biblioteca do Congresso dos Estados Unidos (Library of Congress). O projeto de informação socioambiental da Agência Ambiental Pick-upau foi selecionado para integrar a coleção histórica de materiais da Internet. Segundo a curadoria da Biblioteca, o Portal Pick-upau é um importante do registro histórico na área ambiental.

“A Biblioteca do Congresso preserva artefatos culturais importantes e fornece acesso duradouro a eles. As funções tradicionais da Biblioteca, de adquirir, catalogar, preservar e servir materiais de coleção de importância histórica para promover a educação e a bolsa de estudos, estende-se a materiais digitais, incluindo sites. Nossos arquivos da web são importantes porque contribuem para o registro histórico, capturando informações que de outra forma poderiam ser perdidas. Com o crescente papel da web como um meio influente, os registros de eventos históricos podem ser considerados incompletos sem materiais que (nasceram digitais) e nunca foram impressos em papel”, diz o comunicado enviado a Pick-upau.

Reprodução/Wikipedia/Library of Congress

Edifício Thomas Jefferson (Thomas Jefferson Building) e o James Madison Memorial Building que compõem o Complexo do capitólio dos Estados Unido.



Segundo a vice-presidente da Agência Ambiental Pick-upau, Andrea Nascimento, ter um projeto no acervo de uma importante instituição como a Biblioteca do Congresso é o reconhecimento de um longo trabalho. “Ficamos muito felizes e satisfeitos com o comunicado da Biblioteca, o Portal Pick-upau é uma importante ferramenta de comunicação socioambiental e ao longo dos anos acumulou um enorme acervo, que agora fará parte de uma das mais importantes instituições culturais do mundo.”

A bióloga-chefe Viviane Rodrigues Reis descreve a satisfação com a iniciativa da instituição norte-americana. “É uma satisfação muito grande saber que o patrimônio digital da Pick-upau estará seguro, pois há muitos anos que a organização investe na criação de conteúdos ambientais dos mais diversos temas. Todo o trabalho e dedicação despendida a um tema tão importante como o meio ambiente valeu a pena, pois muitas pessoas são beneficiadas com informações de qualidade de maneira gratuita e ter esse acervo protegido na Biblioteca do Congresso dos Estados Unidos fornece uma sensação indescritível.”

Para o CEO da Agência Ambiental Pick-upau, Julio Andrade, a iniciativa e o reconhecimento da Biblioteca do Congresso dos Estados Unidos servem como incentivo em tempos tão difíceis. “As correntes políticas recentes não têm facilitado o trabalho de preservação do meio ambiente, muito pelo contrário, algumas autoridades fazem questão de destruir e atrapalhar a conservação da biodiversidade. Já sabemos também que a pandemia tem origens evidentes na destruição dos ecossistemas e tudo isso trás desafios e frustrações constantes. Mas é justamente nesses momentos que temos que renovar nossas forças. E reconhecimentos como esse da Biblioteca do Congresso é fundamental para continuarmos o trabalho e sabermos que estamos no caminho e no lado certo”, diz Andrade.

Reprodução/Wikipedia/Library of Congress

Edifício Thomas Jefferson (Thomas Jefferson Building) e o James Madison Memorial Building que compõem o Complexo do capitólio dos Estados Unido.



A Biblioteca do Congresso (Library of Congress) é a Biblioteca Nacional dos Estados Unidos, sendo a primeira instituição cultural do país. Situada em três grandes complexos de edifícios na capital americana, Washington DC, a Biblioteca do Congresso mantém mais de 155 milhões de itens como livros, revistas, jornais, manuscritos, mapas, gravações em áudio e vídeo, materiais arquivados em cerca 470 idiomas. A biblioteca é a maior do mundo em espaço e número de publicações.

Inaugurada em 24 de abril de 1800, durante o mandato do presidente norte-americano, John Adams, foi originalmente instalada no então novo Capitólio até 1814, quando tropas britânicas incendiaram o prédio, que na época possuía três mil volumes. Cerca de um mês depois, o ex-presidente Thomas Jefferson ofereceu sua biblioteca pessoal para repor a perda. Jefferson acumulou muitos itens de várias ciências ao longo de 50 anos. Em janeiro de 1815 o Congresso pagou U$ 23.950 pelos seus 6.487 livros. O conceito de universalidade de Jefferson, no qual todos os assuntos são importantes para a biblioteca do Congresso dos Estados Unidos é uma prática aplicada até os dias atuais.

Em 1851 um incêndio destruiu cerca de 35 mil livros e peças originais como retratos dos cinco primeiros presidente norte-americanos, além de estátuas de Thomas Jefferson e George Washington. Atualmente o acervo da Biblioteca do Congresso se divide entre o Edifício Thomas Jefferson (Thomas Jefferson Building) e o James Madison Memorial Building que compõem o Complexo do capitólio dos Estados Unido.

Serviço
Endereço: 101 Independence Ave SE, Washington, DC 20540, Estados Unidos
Locais: Washington, D.C., Estados Unidos
Telefone: +1 202-707-5000
Site: https://www.loc.gov/
Fundador: John Adams
Fundação: 24 de abril de 1800, Washington, D.C., EUA

Da Redação
Fotos: Reprodução/Wikipedia/Libray of Congress

 
 
 
 
Copyright 2020 - Pick-upau - Todos os direitos reservados - São Paulo - Brasil
 
     
 

Nas Redes

Quem Somos
  Pesquisa Científica
Reflorestamento e Produção Florestal
corporativo@pick-upau.org.br Mitigação de Mudanças Climáticas
55 11 3571-3480 CECFLORA - Centro de Estudos e Conservação da Flora
São Paulo - SP Negócios Sustentáveis
  Publicações
  Acervo Técnico
  Central de Educação e Jornalismo Ambiental