Patrocínio      
     

 
Saí-azul (Dacnis cayana)
 
 
Saí-verde
Alimenta-se de frutos, néctar e insetos e frequenta comedouros próximos à mata.
 

SAÍ-VERDE
Chlorophanes spiza (Linnaeus, 1758)
Família: Thraupidae
Nome em inglês: Green Honeycreeper

23/09/2019 – Apresenta ampla distribuição pelos ecossistemas florestais das Américas do Sul e Central. Encontrado desde a Amazônia até o Nordeste, Sudeste e Sul.

Há sete subespécies, das quais três ocorrem no Brasil e uma é endêmica da Mata Atlântica. Chlorophanes spiza axilaris ocorre de Pernambuco a Santa Catarina.

Reprodução/Pick-upau

Fêmea do saí-verde (Chlorophanes spiza)



Tem cerca de 14 centímetros. O macho de Chlorophanes s. axilaris possui a parte superior preta e inferior amarela; cabeça preta com garganta e restante da ave verde-azulado brilhante; a fêmea possui o lado ventral verde-amarelado; lado dorsal mais escuro do que o ventral e a garganta amarelada.

Reprodução/Pick-upau

Macho do saí-verde (Chlorophanes spiza)



Habita bordas e copas de florestas na Mata Atlântica e jardins próximos. Vive em casais e em pequenos grupos. Associa-se a bandos mistos, ao lado de tiês e saíras. Alimenta-se de frutos, néctar e insetos e frequenta comedouros próximos à mata.

Reprodução/Pick-upau

Saí-verde (Chlorophanes spiza)



Projeto Aves realiza diversas atividades voltadas ao estudo e conservação desses animais. Pesquisas científicas como levantamentos quantitativos e qualitativos, pesquisas sobre frugivoria e dispersão de sementes, polinização de flores, são publicadas na Darwin Society Magazine; produção e plantio de espécies vegetais, além de atividades socioambientais com crianças, jovens e adultos, sobre a importância da conservação das comunidades de avifauna. O Projeto Aves é patrocinado pela Petrobras, por meio do Programa Petrobras Socioambiental, desde 2015.

Reprodução/Pick-upau

Jovem do saí-verde (Chlorophanes spiza)



Da Redação (Viviane Rodrigues Reis)
Fotos: Pick-upau/Reprodução
Com informações de Comitê Brasileiro de Registros Ornitológicos, 2015; Grantsau, 2010; IOC World Bird List, 2018; Moreira-Lima, 2013; Ridgely et al., 2015; Sigrist, 2014.

 
 
 
Príncipe (Pyrocephalus rubinus)
 
 
 

 

     
       
       
Patrocínio      
 
       
       
   
 
_Acompanhe as ações e atividades do Projeto Aves
     
 

Nas Redes

Quem Somos
  Pesquisa Científica
Reflorestamento e Produção Florestal
corporativo@pick-upau.org.br Mitigação de Mudanças Climáticas
55 11 3571-3480 CECFLORA - Centro de Estudos e Conservação da Flora
São Paulo - SP Negócios Sustentáveis
  Publicações
  Acervo Técnico
  Central de Educação e Jornalismo Ambiental  
 
Copyright 2015-2019. Projeto Aves. © Agência Ambiental Pick-upau. Todos os direitos reservados.