Patrocínio      
     

 
Saí-azul (Dacnis cayana)
 
 
Sabiá-barranco
É agressivo no inverno próximo a áreas com frutos, outros sabiás são dominados por ele, com exceção do sabiá-laranjeira.
 

SABIÁ-BARRANCO
Turdus leucomelas Vieillot, 1818
Família: Turdidae
Nome em inglês: Pale-breasted Thrush

01/10/2019 – Distribui-se de modo amplo pela região leste da América do Sul, ocorrendo da Colômbia ao Paraguai e por toda a Mata Atlântica. Habita bordas de mata, parques e jardins.

Reprodução/Pick-upau

Sabiá-barranco (Turdus leucomelas)



Tem cerca de 25 cm e ocorrem três subespécies, das quais duas ocorrem na Mata Atlântica, Turdus leucomelas albiventer entre o Piauí e a Bahia e Turdus leucomelas leucomelas da Bahia ao limite sul do domínio.

Turdus l. leucomelas possui o alto da cabeça cinza; garganta branca com estrias marrons; lado dorsal marrom-oliváceo pálido; asas mais avermelhadas; peito e flancos marrons; região central da barriga branca; infracaudais brancas com o centro escuro; pés marrom-claros.

Reprodução/Pick-upau

Sabiá-barranco (Turdus leucomelas)

 

Consome insetos e frutos no solo, segue correições de formigas da espécie Labidus praedator em bordas de capoeiras ou captura cupins alados em revoadas.

Possui comportamento agressivo, durante o inverno próximo a áreas com frutos, outros sabiás são dominados por ele, com exceção do sabiá-laranjeira.

Reprodução/Pick-upau

Sabiá-barranco (Turdus leucomelas)



Nidifica em construções, barrancos, cercas vivas e sobre vasos de plantas, a uma altura entre 1 e 2,5 metros do solo. O ninho feito com barro e matéria vegetal seca tem formato de taça. A fêmea incuba de 2 a 3 ovos verde-azulados com pintas avermelhadas e os filhotes eclodem após 10 ou 12 dias.

O Projeto Aves realiza diversas atividades voltadas ao estudo e conservação desses animais. Pesquisas científicas como levantamentos quantitativos e qualitativos, pesquisas sobre frugivoria e dispersão de sementes, polinização de flores, são publicadas na Darwin Society Magazine; produção e plantio de espécies vegetais, além de atividades socioambientais com crianças, jovens e adultos, sobre a importância da conservação das comunidades de avifauna. O Projeto Aves é patrocinado pela Petrobras, por meio do Programa Petrobras Socioambiental, desde 2015.

Reprodução/Pick-upau

Sabiá-barranco (Turdus leucomelas)



Da Redação (Viviane Rodrigues Reis)
Fotos: Pick-upau/Reprodução
Com informações de Comitê Brasileiro de Registros Ornitológicos, 2015; Grantsau, 2010; IOC World Bird List, 2018; Moreira-Lima, 2013; Ridgely et al., 2015; Sigrist, 2014.

 
 
 
Príncipe (Pyrocephalus rubinus)
 
 
 

 

     
       
       
Patrocínio      
 
       
       
   
 
_Acompanhe as ações e atividades do Projeto Aves
     
 

Nas Redes

Quem Somos
  Pesquisa Científica
Reflorestamento e Produção Florestal
corporativo@pick-upau.org.br Mitigação de Mudanças Climáticas
55 11 3571-3480 CECFLORA - Centro de Estudos e Conservação da Flora
São Paulo - SP Negócios Sustentáveis
  Publicações
  Acervo Técnico
  Central de Educação e Jornalismo Ambiental  
 
Copyright 2015-2019. Projeto Aves. © Agência Ambiental Pick-upau. Todos os direitos reservados.