Talha-mar (Rynchops niger)
 
 
Pick-upau tem patrocínio da Petrobras para estudar aves da Mata Atlântica
Organização e empresa assinam contrato de patrocínio para desenvolver projeto de pesquisa de conservação da biodiversidade no litoral paulista
 

06/04/2015 – A Agência Ambiental Pick-upau e a Petrobras, através do Programa Petrobras Socioambiental, firmaram contrato de patrocínio para realização de projeto voltado à conservação da biodiversidade no litoral norte de São Paulo. Nos próximos anos a Pick-upau realizará o Projeto Aves da Mata Atlântica, que será coordenado pelo Projeto Darwin que irá pesquisar grupos de Ramphastidae (tucanos, araçaris) e Psittacidae (papagaios, periquitos, maritacas), relações alimentares, biodiversidade relacionada e mudanças climáticas.

Petrobras/Divulgação

Sergio Pereira dos Santos, Gerente de Comunicação e Segurança de Informações da Unidade de Operações de Exploração e Produção da Bacia de Santos, da Petrobras e Andrea Nascimento, presidente da Pick-upau assinam contrato de patrocínio em Cubatão, SP.


O projeto prevê ainda o plantio de espécies nativas como a palmeira-juçara (Euterpe edulis Mart.) e a palmeira-jerivá (Syagrus romanzoffiana (Cham.) Glassman) e ações de sensibilização da sociedade sobre a conservação e a preservação da biodiversidade. “Aves da Mata Atlântica” será desenvolvido em quatro municípios do litoral norte de São Paulo, Ubatuba, Caraguatatuba, São Sebastião e Bertioga.

Para realizar parte das pesquisas a Agência Ambiental Pick-upau firmou parceria com a Fundação Parque Zoológico de São Paulo, que auxiliará na identificação e nos processos técnicos e laboratoriais do projeto.

“Aves da Mata Atlântica” era uma meta do Projeto Darwin e agora se torna realidade com o patrocínio da Petrobras. O CEO da Agência Ambiental Pick-upau, Julio Andrade, que coordenará o projeto fala da importância do patrocínio e das dificuldades que a empresa enfrenta. “Não é de hoje que a Petrobras investe em iniciativas de conservação, projetos voltados às espécies como peixe-boi, a baleia-jubarte e as diversas tartarugas-marinha são alguns exemplos, agora vamos poder ampliar os estudos para novas espécies”, diz Andrade.

Indagado sobre os problemas que a Petrobras enfrenta, Andrade diz que precisamos separar o joio do trigo. “O que está acontecendo na Petrobras é inconcebível, uma situação absurda que graças à Polícia Federal e ao Ministério Público esperamos que seja totalmente desvendada e devidamente resolvida. Espero, sinceramente, que todos os culpados sejam responsabilizados, não menos que isso, e que esse episódio sirva de exemplo para o setor governamental para a iniciativa privada e para a sociedade civil em geral”.

Petrobras/Divulgação

Cerimônia de assinatura do contrato de patrocínio entre a Petrobras e a Pick-upau, em Cubatão, SP.


Perguntado sobre o patrocínio de uma petrolífera, o CEO da Pick-upau, explica como a organização irá lidar com a situação. “A escolha sobre utilização de combustíveis fósseis foi da humanidade, não de uma única empresa, não podemos ser hipócritas quanto a isso. Outra coisa é preparar novas matrizes energéticas para o planeta, fontes que sejam limpas e renováveis, e a Pick-upau continuará a defender essas novas alternativas, como vem fazendo há 16 anos”, diz Andrade.



Da Redação
Fotos: Petrobras/Divulgação

 
 
 
Periquito-rico (Brotogeris tirica)
 
 
 

   
 
_Acompanhe as ações e atividades do Projeto Aves
     

 

     
             
             
  Patrocínio          
   
             
             
     
 

Nas Redes

Quem Somos
  Pesquisa Científica
Reflorestamento e Produção Florestal
corporativo@pick-upau.org.br Mitigação de Mudanças Climáticas
55 11 3571-3480 CECFLORA - Centro de Estudos e Conservação da Flora
São Paulo - SP Negócios Sustentáveis
  Publicações
  Acervo Técnico
  Central de Educação e Jornalismo Ambiental  
 
Copyright 2015-2019. Projeto Aves. © Agência Ambiental Pick-upau. Todos os direitos reservados.