Patrocínio      
     
 
Talha-mar (Rynchops niger)
 
 
‘Ave mais velha do mundo’ continua a chocar ovos
Com quase 70 anos de idade, Wisdom é vista anualmente em uma pequena ilha do Pacífico
 

18/02/2019 – O Refúgio Nacional de Vida Selvagem do Atol Midway, próximo ao Havaí, no oceano Pacífico tem registrado um fato de resistência da natureza. O local tem recebido anualmente a visita de Wisdom, um albatroz-de-laysan (Phoebastria immutabilis), que tem ao menos 68 anos de idade e continua a chocar ovos. Segundo pesquisadores, a espécie tem vida útil, em média, de 50 anos. Dai sua alcunha de ave mais velha conhecida do mundo.

Segundo a equipe do Refúgio, ao menos desde 2006, Wisdom e seu companheiro retornam ao atol, anualmente para postar ovos. A marcação das aves começou em 1936, quando o primeiro albatroz de Midway recebeu uma fita de identificação. Desde então, já foram 250 mil indivíduos registrados, o que permitiu que pesquisadores pudessem acompanhar as aves. Em 1956, o ornitólogo norte-americano Chandler Seymour Robbins (1918-2017), organizou as informações dos registros.

Reprodução/Madalyn Riley/USFWS

Wisdom, a albatroz de 68 anos que vive chocando ovos em ilha perto do Havaí.



Naquele momento, foi estimado que Wisdom possuísse seis anos de idade, pois havia retornado a região como um adulto, um comportamento que esta espécie não faz até completar cinco anos de idade, quando está apta a encontrar um parceiro. Portanto, Wisdom tem ao menos 68 anos.

Mas Wisdom ficou desaparecida até 2002, quando Robbins encontrou a ave e conseguiu etiquetá-la novamente. A partir desta temporada, o albatroz tem retornado a Midway todos os anos. Segundo o Serviço de Pesca e Vida Selvagem dos EUA (USFWS), não é comum que um albatroz retorne todos os anos para colocar um ovo, entretanto, Wisdom, parece ser uma exceção.

"O albatroz volta em outubro para encontrar seu companheiro e vai passar aproximadamente sete meses no Midway para chocar e criar seus filhotes. Albatrozes põem um único ovo e ambos os pais se revezam incubando-o por pouco mais de dois meses", descreve um post do blog do USFWS. "Após o nascimento dos pintinhos, outros cinco a seis meses se passarão antes dos pais deixarem a ilha para voar para o mar. Esse processo consome tanto tempo e energia que a maioria dos albatrozes-de-laysan não botam ovos todos os anos ".

Reprodução/ Bob Peyton /USFWS

Akeakamai, parceiro de Wisdom, com um dos filhotes.



Os pesquisadores avaliam que Wisdom tenha chocado entre 31 e 36 ovos. "Como o albatroz-de-laysan não põe ovos todos os anos e quando o fazem, eles criam apenas um de cada vez, a contribuição de apenas uma ave para a população faz diferença", disse Bob Peyton, líder do USFWS no Refúgio Nacional de Vida Selvagem de Atol Midway. Entre muitas notícias de tragédias ambientais, Wisdom, que significa ‘sabedoria’ em inglês, mostra a resiliência da vida selvagem. "Ela é incrivelmente poderosa como um símbolo do porquê fazemos o que fazemos", comentou Beth Flint, bióloga do USFWS.

O Projeto Aves realiza diversas atividades voltadas ao estudo e conservação desses animais. Pesquisas científicas como levantamentos quantitativos e qualitativos, pesquisas sobre frugivoria e dispersão de sementes, polinização de flores, são publicadas na Darwin Society Magazine; produção e plantio de espécies vegetais, além de atividades socioambientais com crianças, jovens e adultos, sobre a importância da conservação das comunidades de avifauna. O Projeto Aves é patrocinado pela Petrobras, por meio do Programa Petrobras Socioambiental, desde 2015.

Da Redação, com informações da Revista Galileu
Fotos: Reprodução/Madalyn Riley/USFWS
Reprodução/ Bob Peyton /USFWS

 
 
 
Periquito-rico (Brotogeris tirica)
 
 
 

 

     
       
       
Patrocínio      
 
       
       
   
 
_Acompanhe as ações e atividades do Projeto Aves
     
 

Nas Redes

Quem Somos
  Pesquisa Científica
Reflorestamento e Produção Florestal
corporativo@pick-upau.org.br Mitigação de Mudanças Climáticas
55 11 3571-3480 CECFLORA - Centro de Estudos e Conservação da Flora
São Paulo - SP Negócios Sustentáveis
  Publicações
  Acervo Técnico
  Central de Educação e Jornalismo Ambiental  
 
Copyright 2015-2019. Projeto Aves. © Agência Ambiental Pick-upau. Todos os direitos reservados.