São Paulo, SP – Brasil
 
  +Blog da Pick-upau
   
  26/04/2010
  Porco-espinho gordinho faz dieta
 

No inverno rigoroso deste ano na Escócia o centro escocês de proteção aos animais Scottish Wildlife Rescue, recolheu diversos porcos-espinhos. Segundo comunicado do diretor do centro, os animais chegaram em dezembro, e no final de janeiro começaram a mostrar acúmulo de peso.

Assim como nós, os animais quando estão num ambiente fechado passam mais tempo comendo, além de gastarem menos energia, o que gera o excesso de peso. Esse aumento os impede de se enrolar em forma de bola prejudicando a eficácia de sua proteção contra predadores. Devido a isso centenas de animais foram submetidos a dietas antes de colocá-los de novo em seu habitat natural.

"Eles perderam um pouco de peso porque reduzimos a ração diária de comida para gato, mas deixamos algumas reservas de gordura porque ainda não acabou a onda de frio", acrescentou o diretor, explicando que o inverno intenso e mais longo obrigou sua instituição a cuidar mais tempo desses animais.

Reprodução

Do G1/France Presse

 
  Postado às 17h54
 
|
  26/04/2010
  “Yeti oriental” é descoberto na China
 

Após ser confundido com um urso, um curioso animal foi capturado na região central da China, na província de Sichuan. O bicho não tem pelos e emite um som parecido com o miado de um gato. Lembrando uma antiga lenda local de um monstro que vive nas colinas do Himalaia, foi chamado de “Yeti oriental”. Segundo o Telegraph, o misterioso animal deve ser enviado a Pequim, onde cientistas vão realizar testes de DNA.

Reprodução

Do G1

 
  Postado às 17h50
 
|
  26/04/2010
  Para assistir TV nos EUA, detentas têm quer gerar a energia elétrica
 

Em Phoenix, no estado do Arizona, detentas têm oportunidade de verem o que quiserem na televisão, no entanto, precisam pedalar para ativá-las. De acordo com reportagem da emissora "Fox", Para assistir uma hora de TV é necessário uma hora de pedaladas. As bicicletas ergométricas geram 12 volts de eletricidade e ficam conectadas a televisões de 19 polegadas.

A ala feminina da cadeia é pioneira no programa "Pedal Vision" criado pelo chefe de polícia Joe Arpaio. Segundo ele, metade dos presos está acima do peso e o programa pode ajudá-los a entrar em forma. Arpaio iniciou o projeto com as mulheres, porque elas pareciam mais receptivas à ideia.

Reprodução/Fox

Do G1

 
  Postado às 17h48
 
|
  26/04/2010
  Google preenche mapas do Earth com "parte azul" do planeta
 

Os admiradores dos serviços de mapas Google contam agora com mais uma novidade anunciado via blog. A companhia anunciou que “preencheu a parte azul” do planeta no Google Earth. Segundo o site ReadWriteWeb no último ano foi dada a largada rumo a informações que preencham a totalidade da superfície terrestre contando que a parte azul corresponde a mais de 70% da mesma.

A companhia anunciou que a camada do oceano "se tornará parte do conjunto padrão de anotações observadas por todos os usuários do Earth". Ela já adicionou centenas de marcadores para mais de 20 camadas. Para isso contou com mais de cem parceiros entre elas estão a National Geographic, a National Oceanographic e a União Internacional para Conservação da Natureza e Administração Atmosférica. Além da Mission Blue Fundation, instituição responsável pela criação de uma série de áreas marinhas protegidas chamadas Hope Spots (Ilhas Galápagos e Triângulo dos Corais, por exemplo).

A companhia em comunicado, incentiva as pessoas a conhecerem o mundo: "Nós sabemos que para alguns de vocês, por qualquer razão válida, é impossível sair e ver o mundo, mas para o restante de vocês, saiam dos seus marasmos e vão escalar uma montanha pessoalmente", diz o comunicado do Google. "Vão até algumas florestas, não deixem que o Google faça isso por vocês 'via satélite'".

Reprodução
Parte do oceano do Google Earth, que exibe o trecho das Ilhas Galápagos; serviço está disponível a usuários

Da Folha

 
  Postado às 17h45
 
|
  26/04/2010
  Maior coelho do mundo tem 1,5 m e 20 kg
 

Na cidade de Worcester, na Inglaterra, vive Darius considerado o maior coelho do mundo. O coelho que com apenas um ano mede 1,5 metros e pesa 20 quilos deve crescer ainda mais nos próximos seis meses. O animal consome diariamente 12 cenouras, seis maçãs e dois repolhos, segundo a criadora Annette Edwards.

Ela diz ainda ao jornal "Mail on line" que Darius é muito educado e carinhoso. Mesmo com todo esse tamanho ele sempre corre pela casa. Annette está esperando que o animal ganhe um registro no livro dos recordes, o Guinness Book devido ao seu tamanho.

Reprodução/Mail on line
O coelho Darius recebe abraço da pequena Georgia Hadley

Do G1

 
  Postado às 17h40
 
|
  26/04/2010
  Planeta bizarro: animais dissecados viram ‘peças de decoração’
 

Peças de decoração inusitadas criadas por Lisa Black ganham notoriedade. A artista neozelandesa há tempo tem uma paixão pela taxidermia, técnica de dissecar animais mortos para conservá-los com aparência de vivos. A novidade dos artefatos surgiu nos últimos anos quando Lisa Black fez uma fusão dessa técnica com componentes metálicos e dispositivos de relógio suíço nos bichos. Essas peças de composição curiosa são vendidas hoje como obra de arte.

Divulgação/Lisablackcreations.com

Do G1

 
  Postado às 17h37
 
|
  26/04/2010
  Vida de coruja: com medo de voar
 

Troy é uma coruja macho incomum com uma característica inerente de vôo do animal ainda não foi desenvolvida. De acordo com Ashley Smith, de uma entidade britânica dedicada à conservação das aves de rapina, ele se vê mais como um ser humano do que uma coruja, pois tem medo de voar, não sabe pousar em árvores ou caçar.

A coruja conta com a ajuda de um dos principais especialistas em treinamento de aves, o britânico Gareth Tonen, de 25 anos. Tonen chega a subir em árvores para ensinar a ave, segundo reportagem do jornal inglês “Metro”.

Reprodução/Metro

Do G1

 
  Postado às 17h34
 
|
  07/04/2010
  Cientistas afirmam que vulcões submarinos são essenciais para o clima
 

Estudos de cientistas australianos e franceses demonstraram que um vasto conjunto de vulcões submarinos, exerce um importante papel, na absorção de grandes quantidades de dióxido de carbono, que abastecem o oceano meridional com água rica em nutrientes contribuindo para amenizar as transformações climáticas.

Os estudos mostraram que os vulcões submarinos liberam ferro e exercem importante papel no fluxo de grandes quantidades de CO2 pelos organismos fotossintetizantes, chamados de fitoplâncton, que são a base da cadeia alimentar, "mas nenhum estudo levou em conta isso em um nível global nem considerou sua importância para o armazenamento de carbono no oceano Meridional", diz o pesquisador Andrew Bowie, do Centro de Pesquisa Cooperativa sobre o Clima e os Ecossistemas Antárticos, na Tasmânia, um dos autores do estudo publicado recentemente na Nature Geoscience.

O estudo se baseou nas aferições da quantidade de ferro que existe no oceano Meridional em regiões profundas de até 4.000 metros, e constatou que a região é desprovido desse elemento químico, o que dificulta o crescimento do microplâncton.

Os cientistas já sabiam que o ferro pode ser movimentado através de ação eólica ou ser originário de sedimentos litorâneos, mas essas são fontes variáveis. Já o ferro dos vulcões profundos, segundo o estudo, é relativamente constante e responde por 5 a 15 por cento do armazenamento de carbono no oceano Meridional, chegando em algumas regiões a 30 por cento. Essa estabilidade pode servir de resguardo quando outras fontes variam.

Divulgação

Do G1/Reuters

 
  Postado às 15h55
 
|
  07/04/2010
  Canguru dá nocaute em australiano
 

David Striegl, corretor de imóveis, de 25 anos, foi encontrado por motoristas, machucado e desacordado em uma estrada de Canberra, capital da Austrália.

Striegl estava fazendo seus exercícios matinais quando foi atacado por um canguru e nocauteado pelo animal. Ele disse ao jornal "Telegraph" que só se recorda de ver o animal se aproximando "Quando tentei escapar, ele me nocauteou com um soco na cara".

Reprodução/Telegraph.co.uk
David Striegl foi nocauteado por canguru enquanto corria

Do G1

 
  Postado às 15h52
 
|
  07/04/2010
  "National Geographic" lança edição com imagens sobre Dia da Água
 

A revista "National Geographic Brasil" junto com representantes do movimento Planeta Sustentável e a Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de S. Paulo) lança uma edição especial totalmente dedicada à situação da água no planeta.

A edição da "National Geographic" aborda lugares onde a escassez de água vem transformando a fauna e flora locais, a importância da água para diversas religiões e culturas, as migrações humanas provocadas pela falta de água, entre muitos outros assuntos.

National Geographic Brasil /Divulgação
Cruz no gelo do rio Kennebec, no Maine (EUA), para fiéis da Igreja Ortodoxa Russa, comemora batismo de Jesus

National Geographic Brasil /Divulgação
Peregrino na cachoeira de Saut d'Eau, no Festival da Virgem dos Milagres, em Ville Bonheur, no Haiti

Da Folha

 
  Postado às 15h50
 
|
  07/04/2010
  Para ‘atrapalhar’ sexo, seis mil árvores são derrubadas na Inglaterra
 

Na tentativa de inibir casais de usar a floresta como cenário de suas noites de sexo. Cerca de 12 hectares na região de Darwen, Lancashire, na Inglaterra acama de ser limpos.

Segundo o jornal "Telegraph", o conselho local emitiu uma ordem de desmatamento equivalente a seis mil árvores fossem derrubadas.

Órgãos de defesa do meio ambiente reclamaram da ação e para justificar o desmatamento o conselho disse que muitas das árvores da região estavam prestes a cair caso não fossem cortadas. No entanto, policiais e a população local confirmam que o desmatamento foi feito para evitar que a região virasse um motel a céu aberto.

Reprodução/Telegraph.co.uk

Do G1

 
  Postado às 15h47
 
|
  07/04/2010
  Gambá 'guloso' entala a cabeça em pote de pasta de amendoim
 

Reportagem da emissora ‘WFTV’ apresentou uma cena curiosa de um gambá “guloso” nos Estados Unidos em Grand Junction, no estado do Colorado.

Um gambá ficou com a cabeça entalada em um pote de pasta de amendoim. O Animal se livrou da enrascada com a ajuda de um agente florestal.

Reprodução

Do G1

 
  Postado às 15h44
 
|
  07/04/2010
  Depois de copular com vários machos, formiga 'aparta briga' entre sêmens
 

A formiga rainha, da espécie cortadeira, consegue em apenas um dia sair da sua colônia, copular com vários machos e depois viver por até 20 anos, fertilizando ovos com o esperma armazenado. Esse fato gera uma espécie de briga dentro da fêmea entre o sêmen dos diversos machos, pois o líquido de cada inseto – que se mistura dentro da fêmea – favorece a sobrevivência apenas de seus próprios espermatozóides. Isso ocorre tanto em formigas quanto abelhas quando a rainha possui vários companheiros.

Biólogos do Instituto Smithsoniano de Pesquisa Tropical que trabalham no Panamá descobriram que a fêmea consegue “apartar essa briga”. Eles publicaram seus estudos na revista científica “Science” que demonstraram que ela secreta uma substância que anula a competição entre os sêmens, mantendo seu estoque de líquido fecundante para gerar milhares de outras formigas operárias durante diversos anos.

Science/Divulgação
Science/Divulgação Formiga rainha das cortadoras de folha armazena sêmen por várias décadas e o utiliza aos poucos para fertilizar milhares de ovos ao longo da vida.

Do G1

 
  Postado às 15h40
 
|
  07/04/2010
  Cavalo-marinho macho "grávido" controla aborto, dizem pesquisadores
 

O cavalo-marinho é um caso raro no reino animal, onde o macho que fica “grávido”. Essa situação a princípio, altruística do sexo masculino, dizem alguns pesquisadores dos Estados Unidos, pode ser acompanhada pela manipulação e pelo aborto seletivo dos embriões que eles carregam na barriga.

Dois cientistas da Universidade A&M do Texas, Kimberly Paczolt e Adam Jones que pesquisaram um tipo esguio de cavalo-marinho, a espécie Syngnathus scovelli, ou peixe-cachimbo. Na pesquisa eles manipularam os acasalamentos da espécie em laboratórios. Nos aquários da universidade tanto machos, quanto fêmeas ficavam com apenas um parceiro. A gravidez era monitorada e havia uma rodada seguinte, na qual havia uma nova gestação.

Eles observaram que quando os machos se acasalavam com fêmeas grandes e de boa saúde as ninhadas vinham maiores e mais saudáveis. E quando na sequência se uniam a fêmeas menores nasciam menos filhotes da união.

Ao que parece, afirmam eles, os "grávidos" usam mecanismos de aborto seletivo para eliminar ou absorver os ovos pouco viáveis e garantir o maior número possível de filhotes de alto nível.

Os estudos realizados foram publicados na revista científica "Nature".

Nick Ratterman/Divulgação
O cavalo-marinho macho (esq.), que "engravida"; e a fêmea, que deposita ovos na bolsa do companheiro

Da Folha de S. Paulo

 
  Postado às 15h38
 
|
  07/04/2010
  Americano bêbado é preso acusado de tentar ressuscitar gambá
 

Segundo o policial Jamie Levier várias testemunhas viram Donald Wolfe, um norte-americano, visivelmente alcoolizado, ajoelhado diante de um gambá gesticulando como se estivesse realizando uma espécie de “sessão de exorcismo”. Outro afirmou que viu o suspeito tentando fazer respiração boca-a-boca no animal.

De acordo com o policial, o animal já estava morto há algum tempo. Wolfe foi preso em Punxsutawney, no estado da Pensilvânia, acusado de tentar ressuscitar um gambá.

Reprodução/Folha
Homem foi preso ao tentar ressuscitar um gambá morto na Pensilvânia.

Do G1

 
  Postado às 15h33
 
|
  07/04/2010
  Estação espacial internacional apresenta novas fotos da Terra
 

Novas fotos de paisagens da Terra foram apresentadas pelo membro da tripulação da estação espacial internacional (ISS) o astronauta Soichi Noguchi, da Jaxa (a agência japonesa equivalente à Nasa).

O retorno da nave russa Soyuz TMA-16, que pousou no Cazaquistão também foi registrado, o astronauta japonês fotografa, a partir da ISS, a Soyuz TMA-16 no início de sua jornada de volta à Terra.

No ano passado foram registradas mais de 400 erupções do vulcão Sakurajima no Japão, em intensa atividade desde fevereiro.

Nos quase dez anos de história da plataforma orbital tripulada é a primeira vez que um dos módulos da Soyuz retorna vazio. Ele foi reservado para transportar contêineres com resultados das pesquisas científicas.

Sobre o Mar Mediterrâneo a 140 quilômetros de altura a cápsula se separou e ingressou na atmosfera terrestre. A aterrissagem foi acompanhada por diversas equipes de resgate, com o apoio de 12 helicópteros militares e três aviões, informou a agência oficial Itar-Tass.

Imagens mostram as Bahamas, vulcão no Japão e Madagascar.

Soichi Noguchi / ISS

Soichi Noguchi / ISS

Soichi Noguchi / ISS

Do G1/Agencia Efe

 
  Postado às 15h30
 
|
  07/04/2010
  Matança é ampliada: Canadá aumenta em 50 mil animais cota para acaçá de focas
 

Aproximadamente 6 mil canadenses participam da caça de focas todos os anos na costa Atlântica. O ministro de pesca do Canadá, Gail Shea, ampliou a matança de focas que poderão ser mortas durante a temporada anual de 2010.

A quantidade total de focas harpa que poderão ser caçadas aumentará em 50 mil. Já as cotas para as focas cinza e de capuz se manterão sem alterações, em 50 mil e 8.200 animais, respectivamente.

Segundo funcionários, o aumento na cota é devido a uma população de focas em crescimento no Golfo de San Lorenzo e nas águas ao leste de Newfoundland.

Em um comunicado o ministro de Pesca disse que a caça de foca é uma atividade “sustentável” baseada em princípios sólidos e que o governo está unido em apoio aos milhares de pescadores canadenses que dependem da caça de focas para sobreviver.

A população de focas harpa está estimada em 6,9 milhões de animais, "mais do triplo do que existia na década de 1970".

O tema é motivo de rejeição e protestos. Cerca de 25% das vendas ocorriam pela exportação dos produtos derivados de foca à Europa. No entanto a União Europeia proibiu a importação de produtos a partir desse ano.


Quanto ao crescimento da população das focas, a médica veterinária Ângela Branco, coordenadora da ONG Pró-Animal (União pela Conscientização Ambiental e Preservação da Vida), diz que "o desequilíbrio sempre acaba sendo criado pelo ser humano", por suas próprias intervenções no meio. "A natureza é estável", diz ela.

A ampliação da matança também gerou manifestação em frente ao consulado do Canadá em Barcelona (Espanha), onde mulheres pintadas para parecer ensangüentadas se deitaram na rua para protestar.

Divulgação
Canadá aumenta cota de caça para 388.200 e alega aumento do número de focas; ONG diz que desequilíbrio tem causa humana

Da Folha/France Presse

 
  Postado às 15h26
 
|
  07/04/2010
  Cobra é encontrada dentro de ar-condicionado na Austrália
 

Uma residência na cidade de Cairns na Austrália teve como hóspede, uma cobra que foi encontrada em um aparelho de ar-condicionado. Segundo reportagem do jornal australiano “Cairns Post”, os moradores depois que desligaram o aparelho, ouviram um ruído estranho e descobriram o visitante indesejado.

O réptil foi retirado pelo especialista Corey Wild que disse que a cobra entrou no aparelho, porque estava, provavelmente, procurando um lugar seco para descansar.

Reprodução/Cairns Post
Corey Wild após retirar o réptil do ar-condicionado.

Do G1

 
  Postado às 15h23
 
|
  07/04/2010
  Cientistas descobrem gene que faz pássaro aprender a cantar
 

Um grupo de pesquisadores dos Estados Unidos, Europa e Oriente Médio conseguiram sequenciar o código genético completo do pássaro australiano mandarim (Taeniopygia guttata).

Durante a pesquisa foram encontrados mais de 800 genes ligados à forma como o mandarim aprende a cantar. O estudo demonstra semelhança na forma de aprendizado dos humanos. Os pássaros ouvem os mais velhos e reproduzem suas melodias assim como os bebês imitam seus pais.

O sequenciamento genético pioneiro com pássaros que cantam será publicado na revista científica “Nature”. Esse conhecimento possibilita avanços nas pesquisas de problemas de fala humana.

University of Illinois News Bureau/Divulgação

G1

 
  Postado às 15h20
 
|
  07/04/2010
  Convenção Cites recusa suspender comercialização de atum vermelho
 

O principado de Mônaco com o intuito de proteger a população de atum vermelho, espécie de alto valor comercial vítima de pesca abusiva, propôs suspender o comércio da espécie inscrevendo-a no Anexo 1 da Cites - Convenção sobre o Comércio Internacional de Espécies Ameaçadas da Fauna e da Flora Silvestres.

Vários países se opuseram a medida, dentre eles o Japão, principal consumidor da espécie Thunnus thynnus, conhecida como atum azul ou vermelho.

Na conferência da Cites, vinte participantes votaram a favor da proposta e 30 se abstiveram, no entanto a proposta foi rejeitada por 68 votos. Uma proposta europeia, que previa uma futura inscrição do atum azul no Anexo 1, também foi rejeitada por 72 votos a 43 e 24 abstenções.

Divulgação
Atum vermelho, conhecido como atum azul na Europa; a interrupção de sua comercialização mundial, proposta por Mônaco, foi rejeitada

Da Folha/France Presse
 
  Postado às 15h17
 
|
  07/04/2010
  Corno de aluguel: Aranha faz teia em chifres de antílope
 

Uma imagem curiosa foi capturada no Parque Nacional Kruger, no nordeste da África do Sul. Uma aranha teceu sua teia entre os chifres de um impala. A cena inusitada foi flagrada pelo fotógrafo Frank Solomon que disse ao jornal inglês “The Sun” nunca ter visto nada parecido.

Reprodução/The Sun
Aranha construiu teia entre os chifres de um impala.

Do G1
 
  Postado às 15h15
 
|