São Paulo, SP – Brasil
 
  +Blog da Pick-upau
   
  19/02/2011
  Zoo americano exibe filhote de macaco ameaçado de extinção
 

O Zoo Cleveland Metroparks (EUA), acaba de apresentar um filhote de Langur de François, uma espécie de primata que está ameaçada de extinção.

Ele é o segundo filho de Ike, 13 anos, e Petunia, 11 anos, que também nasceram no Zoo de Cleveland Metroparks. Ainda não se sabe o sexo do animal, mas ele já está sendo exibido junto com seus pais e seu irmão Maynard, na área de primatas do zoológico.

Geralmente a espécie é encontrada no sudoeste da China até o Vietnã, sua cauda é muito longa, se alimentam de folhas e vivem em grupos de 3 a 12 indivíduos, sendo apenas um macho adulto.

Zoo Cleveland Metroparks/Divulgação
Animal nasceu no fim de janeiro e suas primeiras imagens foram exibidas nesta semana

Do G1

 
  Postado às 16h20
 
|
  19/02/2011
  Google Maps tem mapa das mortes em massa de peixes e aves
 

No início do ano, em Arkansas (EUA), cerca de 5 mil aves de uma mesma espécie foram encontradas mortas com hemorragia interna e alguns dias depois, no mesmo estado, foram encontrados cerca de 100 mil peixes da mesma espécie mortos no leito de um rio a 200 quilômetros do primeiro episódio.

Especialistas suspeitam que as aves tenham morrido por causa dos fogos de artifício das festas de ano novo. Já no caso dos peixes, a hipótese de ter alguma toxina na água foi descartada, pois se houvesse algum indicio outras espécies também teriam sido afetadas.

No Brasil houve um caso parecido, onde centenas de sardinhas, bagres e corvinas apareceram mortas na Baía de Paranaguá, cidade portuária do Paraná, estima-se que no total tenham morrido 100 toneladas de peixes. As causas são desconhecidas e os estudiosos da área afirmam que mortes em massa ao redor do mundo são comuns e não estão relacionadas.

Por causa desses recentes anúncios de mortes em massa de aves e peixes, o Google Maps disponibilizou uma listagem com 30 locais e links com notícias sobre os fatos.

Google Maps/Divulgação

Do G1

 
  Postado às 16h17
 
|
  19/02/2011
  Elefante-marinho expulsa comandante de praia na Antártida
 

Jerome Poncet, comandante francês de 55 anos, viajando em direção a uma colônia remota perto da Antártida, resolveu dar uma paradinha numa praia deserta as sul da Geórgia, Antártida. Durante seu cochilo, um elefante-marinho se incomodou com a sua presença e o expulsou do local. No local também havia pinguins imperadores curiosos.

Poncet estava viajando com um grupo de fotógrafos que queriam fotografar elefantes-marinhos em período de acasalamento.

Daily Mail/Divulgação

Do G1

 
  Postado às 16h14
 
|
  19/02/2011
  Zoológico tem ninhada com dez cães selvagens africanos
 

O zoológico de Brookfield, Chicago (EUA), tem novos moradores. Nasceu uma ninhada de 10 filhotes de cães selvagens africanos, seis machos e quatro fêmeas, os animais ainda não podem ser expostos para o público. De acordo com o site Zooborns, eles estão sendo vacinados e recebendo os primeiros cuidados dos veterinários para ficarem fortes.

Estima-se que nos zoológicos da América do Norte há cerca de 120 cachorros desta espécie e apenas 3 a 4 mil livres na África. E essa população de cães livres vem diminuindo com o passar tempo por causa da degradação do seu habitat motivada pela ocupação humana, além da caça e doenças adquiridas dos cães domésticos.

Zoo de Brookfield/Divulgação

Do G1

 
  Postado às 16h10
 
|
  19/02/2011
  Filhote de elefante vira atração em zoo dos EUA
 

O zoológico de San Diego, Califórnia, tem um novo habitante: um filhote macho de elefante africano. Este foi o quarto elefante que nasceu no zoológico em 2010, ele ainda não recebeu nome, mas já pode ser visto caminhando, tropeçando e bebendo água na enfermagem. Com mais este nascimento, 2010 foi o ano mais fértil para os elefantes do local.

Como explicou o site Zooborns, a gestação do elefante africano dura 22 meses e o filhote já nasce com cerca de 130 quilos.

Zoo de San Diego/Divulgação

Do G1

 
  Postado às 16h06
 
|
  19/02/2011
  Raro babuíno ruivo nasce em Israel
 

Nasceu no Safari Ramat Gan, Israel, um babuíno ruivo. A espécie é rara entre os primatas, pois, assim como ocorre com os humanos, o gene para cabelos ruivos é recessivo. O último relato de um primata ruivo foi no Zoo de Tel Aviv, Israel, foi a cerca de 30 anos.

A mãe, chamada Scud, tem 20 anos e nasceu durante a Guerra do Golfo, ela não é muito popular entre os babuínos, conforme contou o site ZooBorns. Porém com o novo filhote sua posição é reforçada entre os babuínos e o macho dominante do grupo passa muito mais tempo com ela, por causa da curiosidade em relação ao filhote ruivo.

Zoo de Tel Aviv/Divulgação

Do G1

 
  Postado às 16h02
 
|
  19/02/2011
  Animais passam por pesagem anual em zoo alemão
 

Para saber mais a respeito das espécies que habitam o zoológico de Dresden na Alemanha, veterinários fazem um inventário anual. Todos os animais ao passarem pelos veterinários são pesados no intuito de saber se eles estão saudáveis e crescendo de maneira normal.

Zoo de Dresden/Divulgação

Do G1

 
  Postado às 16h04
 
|
  19/02/2011
  Tigre e leão conduzem rebanho de ovelhas
 

Um hotel na África do Sul tem uma atração inusitada, um filhote de tigre e um de leão que pastoreiam um rebanho de ovelhas, igual a cães pastores. Os dois filhotes deixaram a rivalidade de lado e trabalham juntos, apesar de ainda terem medo das ovelhas e elas medo dos possíveis predadores, como contou os tratadores do local.

Mohlatsi é um leão branco de quatro meses e vive no hotel Ranch, situado na Província de Limpopo, África do Sul e o Tigger é um tigre que está passando seis semanas no local para se habituar a um novo cativeiro.

Os animais são dóceis e Mohlatsi é famoso na região por entreter os hóspedes do hotel, ele adora brincar no campo de golfe e tem até uma página no Facebook e no Twiter, segundo o jornal Daily Mail.

Mesmo assim, por se tratar de um animal selvagem, Mohlatsi fica a maior parte do tempo em cativeiro junto com outros leões já adultos. No total são 30 leões abrigados no local para um programa de acasalamento.

Daily Mail/Reprodução
Filhotes de tigre e leão conduzem rebanho de ovelhas em hotel

Do G1

 
  Postado às 16h01
 
|
  11/02/2011
  Na China, coelho é 'estímulo' para que filhotes de tigre virem caçadores
 
Objetivo era 'estimular' os instintos caçadores dos tigres, segundo eles.
Funcionários de zoológico colocaram animal no cercado dos felinos.

Do G1/Reuters

 
  Postado às 18h08
 
|
  11/02/2011
  Macaco é fotografado dentro de veículo espacial no Irã
 

O lançador de satélites Kavoshgar-4 foi feito para levar animais ao espaço.
Imagem foi divulgada nesta segunda-feira (7) em Teerã.

Um macaco é fotografado nesta segunda-feira (7) dentro do lançador de satélites Kavoshgar-4, em Teerã, capital do Irã. Segundo os cientistas responsáveis pela atividade espacial do país, uma das utilidades do veículo é enviar animais ao espaço.

Vahidreza Alaii/Reuters/Divulgação

Do G1/Reuters

 
  Postado às 18h03
 
|
  11/02/2011
  Pelo DNA, cientistas identificam nova espécie de lobo na África
 

Animal era considerado subespécie do chacal-dourado.
Trata-se da única variedade de lobo cinzento no continente.

A análise de dados genéticos levou cientistas a descobrirem uma nova espécie de lobo na África. O chacal-egípcio (Canis aureus lupaster) até agora era considerado uma subespécie do chacal-dourado (Canis aureus), mas comparações entre DNAs de diferentes espécies mostraram que, na verdade, ele pertence ao grupo dos lobos-cinzentos.

Trata-se da única espécie de lobo-cinzento a habitar o continente africano e, segundo os autores do estudo publicado na “PLoS One”, precisa urgentemente ter seu estado de conservação avaliado. A pesquisa apontou ainda que o chacal egípcio não existe apenas no Egito, mas também na Etiópia, o que aumenta consideravelmente a área habitada pela espécie.

Divulgação

Do G1

 
  Postado às 18h01
 
|
  11/02/2011
  Floresce em Brasília a 'maior orquídea do mundo', diz Ibama
 

Espécie originária da Malásia floresceu após 5 anos de crescimento.
Planta tem 2,5 metros de altura e 19 hastes com 3 metros de comprimento.

Após 5 anos de crescimento, floresceu nesta terça-feira (1º) em Brasília (DF) a "maior orquídea do mundo", alcunha dada à espécie Grammatophyllum speciosum, nativa da Malásia. A planta tem 2,5 metros de altura e 19 hastes florais que atingem até 3 metros, segundo o Ibama.

Segundo a bióloga Lou Menezes, chefe do Orquidário, a planta adaptou-se bem ao clima do Planalto Central. Ela recebeu a planta ainda pequena de Odilon Cunha, um colecionador pernambucano e colaborador do projeto Orquídeas do Brasil.

Após o florescimento da orquídea, Lou Menezes realizou o cruzamento da espécie originária da Malásia com outra, típica do cerrado brasileiro, a Cyrtopodium brandonianum. A iniciativa representa o primeiro passo para o crescimento de uma nova espécie híbrida.

Ibama/ Divulgação
Espécie tem 2,5 metros de altura e hastes com até 3 metros.

Do G1

 
  Postado às 17h55
 
|
  11/02/2011
  Com papagaio, pousada em Ubatuba registra 230ª espécie de ave
 

O dono de uma pousada junto à praia de Itamambuca --em Ubatuba (SP)--, a Itamambuca Eco Resort, passou cerca de sete dias para conseguir o registro de uma nova ave que apareceu na área do estabelecimento. Com ela, o total de espécies de aves registradas nesta região subiu para 230.

De acordo com Dimitri Matoszko, habituado a fotografar e gravar os cantos das aves, trata-se do papagaio-moleiro, primeiro registro da ave em Ubatuba. Ele está no primeiro nível de ameaça segundo a Lista Vermelha de Espécies Ameaçadas.

"Fui acordado por uma voz diferente no amanhecer de 27 de dezembro. Pulei da cama, peguei o celular para gravar, deu pau, corri peguei o gravador, consegui um registro sonoro", conta ele, por um lado bravo por acordar cedo depois de dormir tarde, com o trabalho de fim de ano.

Ele também diz que, a princípio, pelo som da ave, achou que seria a amazona-farinosa. "O bicho me deu um baile, foi uma semana acordando cedo e até com gente me ligando e avisando".

No fim, por volta das 6h40 da segunda-feira passada (3), conseguiu uma foto, após pular da cama e ouvir o som "escandaloso" do animal, que estava a cerca de 20 metros de altura. Era um casal --apesar da foto de só um--, em uma árvore próxima da pousada, em dia nublado e chuviscando, segundo Matoszko.

Dimitri Matoszko/Divulgação
Papagaio-moleiro na região de Itamambuca, em Ubatuba (SP)

Do G1

 
  Postado às 17h51
 
|
  11/02/2011
  Rinoceronte negro, de espécie em risco, nasce em zoo nos EUA
 

Cria foi gerada no Zoológico de Saint Louis, no estado de Missouri.
Filhote pesa 55 quilos e está em um local aquecido.

Nasceu no Zoológico de Saint Louis, no estado de Missouri, nos Estados Unidos, um bebê rinoceronte negro, o que é considerado um acontecimento raro para esta espécie em perigo. O filhote, de 55 quilos, é um "pequeno macho bem alimentado e cercado de cuidados por sua mãe", segundo comunicado do estabelecimento divulgado nesta quarta-feira (26).

A mãe e o bebê, nascido no dia 14 de janeiro, estão num local aquecido e só poderão sair quando a temperatura estiver propícia.

Os rinocerontes negros quase foram extintos entre 1970 e 1992. Graças à luta contra a caça, sua população em estado selvagem, na África, passou de 2.300 indivíduos, em 1993, a 4.240, segundo a International Rhino Fundation.

O zoológico de Saint Louis faz parte das 37 instituições da América do Norte que tentam a reprodução de rinocerontes negros em cativeiro. Nenhum havia nascido nos últimos 20 anos. Agora, foi aberto o processo de escolha de um nome para o animal - a mãe chama-se Kati Rain e o pai, Ajabu, os dois com seis anos de idade. Chegaram a Saint Louis em 2007 vindos do Kansas e da Califórnia.

Saint Louis Zoo/AP Photo
A cria pesa 55 quilos e é mantido em um local aquecido.

Da France Presse/Folha

 
  Postado às 17h49
 
|
  11/02/2011
  Cobra albina com duas cabeças é caso único no mundo, diz dono
 

Tom Beser diz que outras sete cobras no mundo apresentam duas cabeças.
Réptil está em exibição na Suíça.

Uma cobra albina de duas cabeças é exibida em museu na Basileia, localizada em território suíço. Segundo o dono, Tom Beser, outras sete cobras também vivem com duas cabeças, porém somente esta apresenta albinismo ao mesmo tempo. O réptil pertence ao gênero 'Thamnophis'. A imagem foi divulgada nesta quarta-feira no site do jornal britânico 'The Telegraph'.

Foto: Reprodução/The Telegraph

Do G1

 
  Postado às 17h45
 
|
  11/02/2011
  Pesquisadores tentam fazer tartaruga gigante e rara acasalar no Equador
 

Pesquisadores do Parque Nacional de Galápagos, no Equador, tentam fazer com que uma tartaruga gigante e idosa, chamada de George, tenha relações com uma parceira antes de morrer. Nesta quinta-feira (20), cientistas do parque disseram que estão providenciando duas novas tartarugas para George, que é provavelmente o último animal vivo da espécie Geochelone abigdoni, segundo os pesquisadores. Os tratadores de fazer George, fotografado em 2008 na imagem acima, acasalar há cerca de duas décadas.

Galapagos National Park/ AP
Fogão ecológico usado no Ceará; 17 mil famílias do Estado já trocaram o antigo fogão a lenha pelo aparelho ecoeficiente

Do G1

 
  Postado às 17h40
 
|
  11/02/2011
  Cientistas estudam luminosidade produzida por caracol marinho
 

Bioluminescência parece servir para afastar predadores e pode inspirar a indústria ótica, dizem pesquisadores.

Cientistas do Instituto de Oceanografia da Universidade da Califórnia, em San Diego (EUA), revelaram recentemente detalhes das luzes produzidas pela espécie de caracol marinho Hinea brasiliana, que geralmente se agrupa em litorais rochosos.

Os pesquisadores descobriram que esses animais, em vez de produzir um foco de luz, usam suas conchas para espalhar uma luz bioluminescente verde em todas as direções.

A luz parece ser uma forma de defesa, provavelmente usada para afastar predadores ao dar a ilusão de que o caracol tem um tamanho maior que suas dimensões reais, explicam os cientistas Dimitri Deheyn e Nerida Wilson na versão online do periódico "Proceedings of the Royal Society B" (Biological Sciences).

Em experimentos, Deheyn percebeu que a luz funciona como um "alarme": acende quando o caracol se depara com algum possível predador, como um caranguejo ou camarão.

Os animais, coletados na costa da Austrália, surpreenderam os pesquisadores, já que sua concha opaca dava a impressão de que conteria a transmissão de luz. Em vez disso, quando o caracol produz a luminosidade verde em seu corpo, a concha age como um mecanismo para dispersar especificamente essa cor, segundo o instituto.

Para Deheyn, o poder de difusão de luz do Hinea brasiliana é excepcional, em comparação com outros materiais, e pode despertar o interesse das indústrias óticas e de bioengenharia. "Nosso próximo foco é tentar entender o que faz com que sua concha tenha essa capacidade e o que pode ser útil para construir materiais com um desempenho ótico melhor", disse o cientista.

Instituto de Oceanografia Scripps
Concha do caracol 'Hinea brasiliana', que emite luz verde.

Da BBC

 
  Postado às 17h36
 
|
  11/02/2011
  Imagem mostra chimpanzé fêmea chorando a morte de filhote
 

Cientistas do Instituto Max Planck filmaram comportamento da primata.
Objetivo era estudar como a espécie enfrenta perdas.

O site do jornal britânico Daily Mail divulgou na segunda-feira a imagem de uma chimpanzé lamentando a morte do filhote de apenas 16 meses de idade. O registro foi feito por câmeras de cientistas do Instituto Max Planck de Psicolinguística, da Alemanha, que estudavam exatamente como os primatas enfrentam perdas.

A chimpanzé filmada carregou o corpo morto do filhote durante 24 horas, antes de largá-lo cuidadosamente no chão. A mãe continuou a observar e a tocar no corpo. Ela ainda levou outros chimpanzés para notarem o primata falecido.

Com forte relação com os filhotes, a fêmea de chimpanzé carrega a cria durante os dois primeiros anos e continua a amamentá-la até os seis anos de idade.

Reprodução / Daily Mail
O luto da chimpanzé fêmea foi filmado por pesquisadores alemães.

Do G1/Daily Mail

 
  Postado às 17h30
 
|