São Paulo, SP – Brasil
 
  +Blog da Pick-upau
   
  25/09/2012
  Onze ursinhos são fotografados 'brincando' em árvore
 

Uma imagem divulgada pelo jornal inglês ‘Daily Mail”, apresenta uma curiosa brincadeira de ursos, que transformaram uma árvore em playground.

Reprodução/Daily Mail

Árvore mais parecia um playground de ursinhos.

Do G1

 
  Postado às 17h50
 
|
  25/09/2012
  Cientistas descobrem aranha sem olhos em caverna na Ásia
 

Uma espécie de aranha sem olhos foi descoberta em uma caverna do Laos, na Ásia. Nomeada de Sinopoda scurion, o aracnídeo é o primeiro do tipo ‘caçador’ totalmente cego identificado até o momento, segundo Peter Jäger, chefe do setor de aracnologia do Instituto de Pesquisa Senckenberg, localizado em Frankfurt, na Alemanha.

A descoberta foi descrita na publicação científica "Zootaxa". A ausencia de olhos é uma adaptação à escuridão das cavernas, diz a pesquisa. O nome scurion foi dado em homenagem a uma empresa especializada em lanternas, disse o pesquisador.

"Nós já havíamos encontrado aranhas deste gênero em outras cavernas, mas elas todas tinham olhos e pigmentação completa. A Sinopoda scurion é a primeira sem visão", disse o cientista ao site do instituto.

Instituto de Pesquisa Senckenberg/Divulgação

Aranha cega e sem pigmento encontrada em caverna do Laos, na Ásia

Do Globo Natureza

 
  Postado às 17h45
 
|
  25/09/2012
  Urso é flagrado fazendo movimentos como se estivesse dançando
 

Uma imagem, digna de um filme de Eddie Murphy (Dr. Dolittle), publicada pelo jornal "Daily Telegraph" mostra um urso polar no Alasca, nos Estados Unidos, fazendo movimentos que lembram uma dança. A imagem foi feita pelo fotógrafo Steven Kazlowski. Apesar da sensação de uma dança, o urso tentava apenas se equilibrar.

Reprodução/Daily Telegraph

Urso polar foi fotografado no Alasca fazendo movimentos como se estivesse dançando.

Do G1

 
  Postado às 17h40
 
|
  25/09/2012
  Raposa é salva após ser achada com cabeça presa em buraco na Inglaterra
 

Após ser encontrada com a cabeça entalada em um buraco no chão na Universidade de Hertfordshire, em Hatfield, na Inglaterra, uma raposa foi resgatada por ativistas da Sociedade Real para a Prevenção da Crueldade aos Animais (RSPCA). Segundo a organização, a raposa havia entrado em uma sala em obras e acabou ficando presa.

Divulgação/RSPCA

Raposa foi resgatada após ser encontrada com a cabeça entalada em buraco.

Do G1

 
  Postado às 17h33
 
|
  25/09/2012
  'Pinguim adolescente' exibe penugem ‘punk’
 

Filhote foi fotografado ao lado da mãe na Geórgia do Sul.

O fotógrafo holandês Sjoerd van Berge Henegouwen, registrou um filhote de pinguim com a penugem toda desgrenhada ao lado de sua mãe na Geórgia do Sul.

Reprodução/Daily Mail

Imagem foi feita pelo holandês Sjoerd van Berge Henegouwen.

Do G1

 
  Postado às 17h30
 
|
  25/09/2012
  Fotógrafo flagra gazela escapando de ataque de leoa na África
 

Cena ocorreu em parque em Botsuana.

O fotógrafo Jayesh Mayesh registrou o momento em que uma gazela conseguiu escapar do ataque de uma leoa em Botsuana. A imagem foi publicada no jornal "Daily Telegraph". "Eu soube depois que a leoa é cega de um olho. Por isso, acho que ela não foi tão rápida para atacar a presa", disse Mayesh.

Reprodução/Daily Telegraph

Gazela levou a melhor no duelo entre presa e predador.

Do G1

 
  Postado às 17h28
 
|
  25/09/2012
  Olhos azuis e canto permitem identificar duas espécies de corujas
 

Duas novas espécies de corujas das Filipinas foram descobertas por cientistas da Universidade do Estado de Michigan, nos Estados Unidos. Apesar de conhecidas há cerca de 15 anos, só agora os pesquisadores confirmaram que se tratavam de novos animais.

Uma das espécies, nomeada de Ninox rumseyi, era considerada extinta até o momento, disse a pesquisadora Pam Rasmussen, responsável pela descoberta. O desmatamento praticamente acabou com as florestas na região filipina de Cebu, onde a coruja-águia foi descoberta.

O canto diferente do pio de outras corujas foi fundamental para a identificação da espécie, disse a pesquisadora. "As corujas não aprendem a cantar. O som faz parte do seu DNA, é usado para atrair parceiros ou defender o território. Então se um chamado é diferente, deve ser uma nova espécie", afirma Rasmussen.

A segunda espécie descoberta, a coruja-águia Ninox leventisi foi encontrada ilha filipina de Camiguin. A ave possui olhos azuis, uma das principais características que diferenciam a espécie.

John Gale/MSU/Divulgação

Ilustração mostra espécies de corujas descobertas nas Filipinas

Do Globo Natureza

 
  Postado às 17h22
 
|
  25/09/2012
  Sexo entre cobras em telhado de casa acorda moradores na Austrália
 

Ron and Vicki Degenhart, um casal de australianos foi surpreendido, pela segunda vez, por uma dupla de serpentes do gênero Morelia, com cerca de dois metros de comprimento, que se acasalavam. Segundo o site ‘news.com.au”, o fato curioso ocorreu na cidade Townsville. “Eles começaram no teto da casa e você podia ouvi-los fazendo barulhos característicos”, disse o senhor.

Um especialista em vida selvagem disse que casas com o estilo arquitetônico Queenslander, proporcionam um ‘quarto” com condições ideais para gambás ou roedores que desejam se procriar.

Reprodução/Daily Mail

Barulho causado pelo casal de répteis acordou os donos da casa

Do G1

 
  Postado às 17h18
 
|
  25/09/2012
  Sexo entre baleias rende prêmio de fotografia científica na Austrália
 

Uma imagem de duas baleias-jubarte acasalando foi a vencedora do prêmio Eureka de fotografia científica, do Museu Australiano, patrocinado pela revista "New Scientist".

A foto foi realizada por Jason Edwards, que já havia vencido o concurso em 2011, com uma foto de uma geleira retrocedendo. A imagem das baleias foi feita na costa de Tonga, no Pacífico Sul, em 2010. Em entrevista ao jornal australiano "Daily Telegraph", Edwards disse que relação sexual durou cerca de 30 segundos.

Reprodução/New Scientist

Fotografia mostra duas baleias-jubarte fazendo sexo.

Do G1

 
  Postado às 17h14
 
|
  25/09/2012
  Baleia de 20 metros encalha e morre em praia no Reino Unido
 

Uma baleia da Balaenoptera physalus ferida, que encalhou em uma praia da baía de Carlyon, em Cornwall, no Reino Unido acabou morrendo. O mamífero de quase 20 metros de comprimento foi encontrado por banhistas, que tentaram em vão, resgatá-lo.

A Guarda Costeira e a Polícia foram acionadas para tentar um resgate, informou o jornal "Daily Mail". Segundo a publicação, o animal possuía ferimentos na região da cabeça, em diversas partes do corpo e com um dos olhos machucado

Membros da Associação de Mergulhadores Britânicos para o Resgate da Vida Marinha, uma ONG da Inglaterra, disseram que tentaram resgatá-lo, mas não havia esperança de salvar o animal porque ele estava muito ferido e desnutrido.

Reprodução/Daily Mail

Baleia encalhada em praia na Inglaterra morreu após ferimentos

Do Globo Natureza

 
  Postado às 17h10
 
|