São Paulo, SP Brasil
 
  +Blog da Pick-upau
   
  13/06/2014
  Parque Nascentes do Tietê recebe Pegada Ecológica
 

MPSP e Pick-upau realizam plantio em Salesópolis

09/06/2014 – O Ministério Público do Estado de São Paulo – MPSP e a Agência Ambiental Pick-upau, realizaram um plantio de mudas florestais na Estância Turística de Salesópolis, Região Metropolitana de São Paulo. A cidade localizada a 103 km da capital paulista abriga o Parque Nascentes do Tietê. O plantio faz parte da pegada ecológica do MPSP.

Participaram do plantio a Promotora de Justiça do Grupo de Atuação Especial de Defesa do Meio ambiente – GAEMA, Dra. Tatiana Barreto Serra e Dr. Ricardo Manuel Castro, do GAEMA de Cabeceiras; o gestor do Parque Nascentes do Tietê, Gastão Gonçalves; o CEO da Pick-upau, Julio Andrade e a bióloga da Organização, Viviane Rodrigues Reis.

Entre as espécies plantadas estão Capororoca-branca (Rapanea gardneriana (A. DC.) Mez), Cedro-rosa (Cedrela fissilis Vell.), Farinha-seca (Albizia hasslerii (Chodat) Burkart), Goiabeira (Psidium guajava L.), Monjoleiro (Acacia polyphylla DC.), Palmeira-juçara (Euterpe edulis Mart.) e Pau-viola (Cytharexyllum myrianthum Cham.), todas produzidas no Viveiro Refazenda.

A parceria entre a Pick-upau e o MPSP para a pegada ecológica foi assinada em janeiro deste ano pelo Procurador-Geral de Justiça, Dr. Márcio Fernando Elias Rosa e pela presente da organização, Andrea Nascimento.

Pick-upau/Divulgação

 


Da Redação
Com informações do MPSP e da Fundação Florestal
Fotos: Pick-upau/Divulgação
 
  Postado às 15h22
 
|
  07/06/2014
  MPSP e Pick-upau fazem plantio simbólico em Ribeirão Preto
 

Estação Ecológica recebeu promotoras e ativistas

07/06/2014 O Ministério Público do Estado de São Paulo MPSP e a Agência Ambiental Pick-upau, realizaram um plantio simbólico de mudas nativas em Ribeirão Preto, interior de São Paulo. A cidade localizada a 203 km da capital paulista abriga uma Estação Ecológica, que leva o nome da cidade e que possui 154,16 hectares, compostos por Floresta Estacional Semidecidual (Borda, mata ciliar, interior). O plantio faz parte da pegada ecológica do MPSP e celebrou a Semana do Meio Ambiente.

Participaram ainda do plantio as Promotoras de Justiça do Grupo de Atuação Especial de Defesa do Meio ambiente GAEMA de Pardo, Dra. Tania de Andrade e Dra. Cláudia Habib; os assistentes técnicos do MPSP, Olavo Nepomuceno, Haline Nobre Cesar, Luiz Roberto Bueno Trindade e Rose Correa; a presidente da Pick-upau, Andrea Nascimento, o CEO da organização, Julio Andrade, a bióloga da Pick-upau Viviane Rodrigues Reis; Guilherme Sandoval de Araújo, gestor da UC e Marcus Negreiros, Dara Fayola Martins e Cleide Oliveira, todos da Estação Ecológica de Ribeirão Preto.

Entre as espécies plantadas estão Farinha-seca (Albizia hasslerii (Chodat) Burkart), Urucum (Bixa orellana L.), Jenipapo (Genipa americana L.), Canafístula (Peltophorum dubium (Spreng.) Taub.), Guarantã (Esenbeckia leiocarpa Engl.) e Jatobá (Hymenae courbaril var. stilbocarpa (Hayne) Lee et Lang.), todas produzidas no Viveiro Refazenda.

A parceria entre a Pick-upau e o MPSP para a pegada ecológica foi assinada em janeiro deste ano pelo Procurador-Geral de Justiça, Dr. Márcio Fernando Elias Rosa e pela presente da organização, Andrea Nascimento.

Pick-upau/Divulgação

 


Da Redação
Com informações do MPSP e da Fundação Florestal
Fotos: Pick-upau/Divulgação
 
  Postado às 15h22
 
|
  07/06/2014
  MPSP e Pick-upau visitam São Sebastião, no litoral norte
 

Promotores e ativistas plantaram mudas florestais no dia mundial do meio ambiente

07/06/2014 O Ministério Público do Estado de São Paulo MPSP e a Agência Ambiental Pick-upau, realizaram um plantio de 150 mudas nativas em São Sebastião, litoral norte de São Paulo. A cidade que fica a 203 km, abriga um dos núcleos do Parque Estadual da Serra do Mar. O plantio faz parte da pegada ecológica do MPSP e celebrou o Dia Mundial do Meio Ambiente. Além de funcionários da Fundação Florestal, estiveram presentes moradores e membros do Instituto Esporte & Educação, da Associação de Surf de Maresias e da Associação de Moradores de Maresias (SOMAR).

Participaram ainda do plantio o Promotor de Justiça do Grupo de Atuação Especial de Defesa do Meio ambiente GAEMA Litoral Norte, Dr. Paulo Guilherme Carolis Lima, a presidente da Pick-upau, Andrea Nascimento, o CEO da organização, Julio Andrade, uma das biólogas da Pick-upau Viviane Rodrigues Reis. Além de Leandro Muniz, Thaís Alves Pinto, Antonio Nairton, Lucas Rigueiral, Rhami Russo e Carlos Zacchi Neto, todos do PESM São Sebastião.

Entre as espécies plantadas estão Angico-vermelho (Anadenanthera macrocarpa (Benth.) Brenan), Cebolão (Phytolacca dioica L.), Goiabeira (Psidium guajava L.), Guapira (Guapira hirsuta (Choisy) Lundell), Jacarandá-mimoso (Jacaranda mimosifolia D.Don), Paineira (Chorisia speciosa A. St.-Hil.), Pau-formiga (Triplaris brasiliana Cham.) e Pau-viola (Cytharexyllum myrianthum Cham.), todas produzidas no Viveiro Refazenda.

A parceria entre a Pick-upau e o MPSP para a pegada ecológica foi assinada em janeiro deste ano pelo Procurador-Geral de Justiça, Dr. Márcio Fernando Elias Rosa e pela presente da organização, Andrea Nascimento.

Pick-upau/Divulgação

 

 

Da Redação
Com informações do MPSP e da Fundação Florestal
Fotos: Pick-upau/Divulgação
 
  Postado às 14h30
 
|
  07/06/2014
  Pick-upau e MPSP plantam mudas com ajuda do Exército Brasileiro
 

Plantio na Floresta Estadual Edmundo Navarro de Andrade teve participação do pelotão de artilharia

07/06/2014 O Ministério Público do Estado de São Paulo MPSP e a Agência Ambiental Pick-upau, realizaram um plantio de 200 mudas nativas em Rio Claro, interior de São Paulo. A cidade que fica a 190 km, abriga a Floresta Estadual Edmundo Navarro de Andrade, uma Unidade de Conservação, criada em 2000 e que possui 2.230,53 hectares. O plantio contou com a participação do 2º Batalhão Tiro de Guerra TG/02/032 do Exército Brasileiro, sob o comando dos Sargentos Romero e Stênio, os cerca de trinta militares realizaram o plantio em 20 minutos.

Participaram ainda do plantio o Promotor de Justiça do Grupo de Atuação Especial de Defesa do Meio ambiente GAEMA de Piracicaba, Dr. Ivan Carneiro Castanheiro Filho, o Promotor CAO Cível, Dr. Adriano Andrade de Souza, a presidente da Pick-upau, Andrea Nascimento, o CEO da organização, Julio Andrade, uma das biólogas da Pick-upau Viviane Rodrigues Reis, o vereador e vice-presidente da Câmara Municipal de Rio Claro, José Júlio Lopes de Abreu, a assessora técnica da UC, Jessie Palma e o gestor da floresta Alcides Galvani Filho.

Entre as espécies plantadas estão Angico-vermelho (Anadenanthera macrocarpa (Benth.) Brenan), Araçá-amarelo (Psidium cattleianum Sabine), Cabeludinha (Myrciaria glazioviana (Kiaersk) G.M. Barroso ex Sobral), Cedro-rosa (Cedrela fissilis Vell.), Ipê-amarelo (Tabebuia vellosoi Toledo), Jatobá (Hymenae courbaril var. stilbocarpa (Hayne) Lee et Lang.), Jenipapo (Genipa americana L.), Açoita-cavalo (Luehea divaricata Mart.), Farinha-seca (Albizia hasslerii (Chodat) Burkart), Palmeira-juçara (Euterpe edulis Mart.), Pau-formiga (Triplaris brasiliana Cham.), Pau-viola (Cytharexyllum myrianthum Cham.) e Urucum (Bixa orellana L.), todas produzidas no Viveiro Refazenda.

A parceria entre a Pick-upau e o MPSP para a pegada ecológica foi assinada em janeiro deste ano pelo Procurador-Geral de Justiça, Dr. Márcio Fernando Elias Rosa e pela presente da organização, Andrea Nascimento.

Pick-upau/Divulgação

 


Da Redação
Com informações do MPSP e da Fundação Florestal
Fotos: Pick-upau/Divulgação
 
  Postado às 14h02
 
|