Patrocínio      
     
 
Talha-mar (Rynchops niger)
 
 
As primeiras experiências determinam como as aves constroem seus ninhos
Estudar ninhos é uma importante forma de conservar as espécies e seus habitats
 

05/06/2020 – As primeiras experiências dos tentilhões-zebra têm uma grande implicação na construção de seus primeiros ninhos. É o que mostra um novo estudo realizado por pesquisadores da Faculdade de Ciências da Universidade de Alberta, no Canadá, e da Escola de Biologia da Universidade de St. Andrews, na Escócia.

O estudo mostra que os tipos de materiais disponíveis no início da adolescência e a presença de um indivíduo adulto, influenciam dois aspectos na construção dos ninhos pela primeira vez, a preferência em materiais e a velocidade da construção.

Reprodução/Wikipedia

 



"Curiosamente, observamos que a preferência por diferentes materiais, diferenciados pela cor em nosso estudo, é moldada pela experiência juvenil desse material - mas apenas na presença de um adulto", disse Lauren Guillette, professora assistente do Departamento de Psicologia e líder do projeto.

"Este trabalho é importante porque desmascara o mito de longa data de que as aves constroem ninhos que se parecem com o ninho em que nasceram - tornando a construção de ninhos um sistema modelo útil para testar experimentalmente como os animais aprendem sobre as propriedades físicas do mundo", diz Guillette.

Os cientistas controlaram o ambiente em que os tentilhões-zebra cresceram. Segundo a pesquisa, a ave chocou em um ninho de uma cor específica, rosa ou laranja. Conforme os filhotes cresceram, foram colocados próximos a outra ave da mesma idade. Em seguida alguns pares foram agrupados com um indivíduo adulto em um ambiente com uma cor diferente do material do ninho e da cor em que eles nasceram. Outros pares jovens da espécie tiveram apenas um adulto como companhia ou apenas material de ninho e nenhum adulto, outros pares tiveram apenas um ao outro.

Reprodução/Wikipedia

 



A partir desses métodos, os pesquisadores puderam determinar se as aves constroem seu primeiro ninho com uma cor que combina com o ninho natal ou com outras cores que experimentam ao crescer.

Os resultados mostram que, quando tentilhões-zebra jovens iniciaram os ninhos pela primeira vez, a maioria das aves preferiu usar materiais que eles tiveram contato enquanto cresciam, mas somente quando um adulto estivesse presente nesse período. O estudo também verificou que as aves que não tiveram acesso, quando jovens, a um indivíduo adulto ou material foram três a quatro vezes mais lentos na construção dos ninhos.

Reprodução/Wikipedia

 



"Juntos, esses resultados mostram que tentilhões-zebra juvenis combinam pistas sociais e ecológicas relevantes - aqui, presença adulta e cor do material - ao desenvolver sua preferência material", explica Alexis Breen, da Universidade de St Andrews, na Escócia.

O estudo, "O ambiente socioecológico juvenil molda a tecnologia dos materiais nas aves que constroem ninhos", foi publicado na Behavioral Ecology.

Criado em 2015, dentro do setor de pesquisa da Agência Ambiental Pick-upau, a Plataforma Darwin, o Projeto Aves realiza atividades voltadas ao estudo e conservação desses animais. Pesquisas científicas como levantamentos quantitativos e qualitativos, pesquisas sobre frugivoria e dispersão de sementes, polinização de flores, são publicadas na Darwin Society Magazine; produção e plantio de espécies vegetais, além de atividades socioambientais com crianças, jovens e adultos, sobre a importância em atuar na conservação das aves. Parcerias estratégicas como patrocínios da Petrobras e da Mitsubishi Motors incentivam essa iniciativa.

Reprodução/Wikipedia

 



Da Redação, com informações do Science Daily
Fotos: Reprodução/Wikipedia

 
 
 
Periquito-rico (Brotogeris tirica)
 
 
 

   
 
_Acompanhe as ações e atividades do Projeto Aves
     

 

     
             
             
  Patrocínio          
   
             
             
     
 

Nas Redes

Quem Somos
  Pesquisa Científica
Reflorestamento e Produção Florestal
corporativo@pick-upau.org.br Mitigação de Mudanças Climáticas
55 11 3571-3480 CECFLORA - Centro de Estudos e Conservação da Flora
São Paulo - SP Negócios Sustentáveis
  Publicações
  Acervo Técnico
  Central de Educação e Jornalismo Ambiental  
 
Copyright 2015-2020. Projeto Aves. © Agência Ambiental Pick-upau. Todos os direitos reservados.