Bentevizinho-de-penacho-vermelho(Myiozetetes similis)
 
Conservação da Avifauna
Socó-dorminhoco
(jovem)
Saí-verde
(jovem)
Nycticorax nycticorax Chlorophanes spiza  
     
Solitário, forma bandos apenas durante o dia nas áreas de repouso, pois seus hábitos são noturnos e crepusculares. Alimenta-se de peixes, invertebrados aquáticos e vertebrados como anfíbios e pequenos répteis.
Habita bordas e copas de florestas na Mata Atlântica e jardins próximos. Vive em casais e em pequenos grupos. Associa-se a bandos mistos, ao lado de tiês e saíras. Alimenta-se de frutos, néctar e insetos e frequenta comedouros próximos à mata.
 
             
  Assista   Assista      
 
 
 
 
Garça-branca-grande
Pica-pau-rei Besourinho-de-bico-vermelho
Ardea alba Campephilus robustus Chlorostilbon lucidus
     
Medindo até 104 centímetros e pesando até 1,7 kg a garça-branca-grande vive à beira de lagos, rios e outras áreas encharcadas. Durante muitos anos foi vitima de caçadores para a retirada de suas penas usadas na produção de chapéus femininos.
Medindo cerca de 36 centímetros de comprimento, é considerado o maior pica-pau encontrado no Brasil. Pesa cerca de 200 gramas. Mantém uma dieta insetívora, procurando insetos e larvas em troncos de árvores. Mas também consome frutos. Para demarcar seu território usa sua vocalização e o tamborilar nos troncos das árvores.
O besourinho-de-bico-vermelho pesa entre 3 e 4,5 gramas e mede entre 7,5 a 10,5cm. Além do néctar das flores, alimenta-se de pequenos insetos e aranhas. Vive em jardins e capoeiras; Nidifica em vários locais e forma seus ninhos com pedaços de folhas, ramos e liquens, deixando-o camuflado.
             
  Assista   Assista   Assista  
 
 
 
 
Beija-flor-de-fronte-violeta
Topetinho-verde
Beija-flor-de-banda-branca
Thalurania glaucopis Lophornis chalybeus Amazilia versicolor
     
O Beija-flor-de-fronte-violeta mede aproximadamente 11 centímetros, tem como principais características um verde brilhante com o topo da cabeça em azul-violeta e bico negro. Habita florestas altas, capoeiras e também jardins. Gosta de tomar banho de chuva e também tomar banho de sol.
O topetinho-verde mede entre 7,5 a 8,5 centímetros e pesa cerca de 3 gramas. Alimenta-se basicamente de néctar de flores, mas consome também minúsculos insetos. É encontrado em florestas úmidas e também nas bordas das matas. Vive ainda em cerrados, restingas e matas secundárias.
Medindo cerca de 8,5 cm de comprimento, possui várias subespécies, variando a cor de sua plumagem. Costuma ser avistado em bordas de florestas úmidas, mas também é encontrado em capoeiras, manguezais, ilhas fluviais, em regiões rurais e até em cidades.
             
  Assista   Assista   Assista  
 
 
 
 
Beija-flor-rajado
Beija-flor-tesoura Beija-flor-rubi
Ramphodon naevius Eupetomena macroura Heliodoxa rubricauda
     
O Beija-flor-rajado mede de 14 a 16 centímetros de comprimento. Pode pesar até 9 gramas. È um dos maiores beija-flores do mundo. É uma espécie que corre perigo de extinção devido à perda de habitat.
Beija-flor-tesoura (Eupetomena macroura) no Centro de Estudos e Conservação da Flora - CECFLORA, da Agência Ambiental Pick-upau. Espécie costuma fazer ninhos na área. Mede até 19 centímetros de comprimento, um dos maiores beija-flores do Brasil, pesa até 11 gramas.
Beija-flor-rubi (Heliodoxa rubricauda), também conhecido como papa-de-fogo, no Sítio Folha Seca, em Ubatuba, litoral norte de São Paulo. Mede entre 10,8 e 11,3 centímetros. O macho da espécie pesa até 9,2 gramas e a fêmea pode chegar a 7,1 gramas.
             
  Assista   Assista   Assista  
 
 
 
 
Estrelinha-ametista
Pica-pau-verde-barrado Picapauzinho-verde-carijó
Calliphlox amethystina Colaptes melanochloros Veniliornis spilogaster
     
Estrelinha-ametista (Calliphlox amethystina) visitando o Sítio Folha Seca, em Ubatuba, litoral norte de São Paulo.
Pica-pau-verde-barrado (Colaptes melanochloros) visitando um dos comedouros do Passaredo, no Centro de Estudos e Conservação da Flora - CECFLORA, da Agência Ambiental Pick-upau. Abacates são produzidos na própria área.
Picapauzinho-verde-carijó (Veniliornis spilogaster) visitando uma das palmeiras-jerivá (Syagrus romanzoffiana) da sede do Centro de Estudos e Conservação da Flora - CECFLORA, da Agência Ambiental Pick-upau. Espécie costuma fazer ninhos na área.
             
  Assista   Assista   Assista  
 
 
 
 
Sabiá-laranjeira
Saí-verde Tucano-de-bico-verde
Turdus rufiventris Chlorophanes spiza Ramphastos dicolorus
     
Sabiá-laranjeira toma banho em fonte do Passaredo, no Centro de Estudos e Conservação da Flora - CECFLORA.
Saí-verde 'brigando' com abelhas no Sítio Folha Seca, em Ubatuba.
Tucano-de-bico-verde em abacateiro, no Passaredo, no Centro de Estudos e Conservação da Flora - CECFLORA.
             
  Assista   Assista   Assista  
 
 
 
 
Mutum-de-penacho (Crax fasciolata)
 
 
 

   
 
_Acompanhe as ações e atividades do Projeto Aves
     

 

     
             
             
  Patrocínio          
   
             
             
     
 

Nas Redes

Quem Somos
  Pesquisa Científica
Reflorestamento e Produção Florestal
corporativo@pick-upau.org.br Mitigação de Mudanças Climáticas
55 11 3571-3480 CECFLORA - Centro de Estudos e Conservação da Flora
São Paulo - SP Negócios Sustentáveis
  Publicações
  Acervo Técnico
  Central de Educação e Jornalismo Ambiental  
 
Copyright 2015-2021. Projeto Aves. © Agência Ambiental Pick-upau. Todos os direitos reservados.