Talha-mar (Rynchops niger)
 
 

 

Acompanhe as notícias, matérias, eventos e ações do Projeto Aves.
Veja nossas experiências com as comunidades de avifauna e fique por dentro das atividades sobre aves no Brasil e no mundo.
 
 
 
Notícias
Aves jovens fazem tarefas ‘domésticas’
Canários criam resposta imunológica observando aves doentes
Nos momentos difíceis as espécies parecem se importar com as outras Pesquisa indica que canários podem desencadear imunologia só vendo outros indivíduos  
     
Segundo os pesquisadores, o comportamento das aves tem relação com oferta de territórios. Por isso jovens de algumas espécies continuam a viver com seus pais, retardando sua própria reprodução.
Para os pesquisadores, aves que vivem em grupos por uma questão de segurança e sobrevivência, por exemplo, podem ter que desenvolver estratégias para lidar com doenças no grupo.
 
             
  Leia mais   Leia mais      
 
 
 
 
Aves americanas têm nomes com origens racistas
Papagaios-do-mar retornam à ilha de Man, após três décadas Ave retorna à Irlanda depois de 300 anos
A discussão sobre os nomes de muitas aves começa a ganhar força nos EUA Programa de conservação que usa modelos de ‘iscas’ apresenta resultados com retorno das aves Um par de grou-comum foi avistado no ano passado em um pântano de turfa restaurado
     
Reavaliar origens e questões de racismos tem sido cada vez mais debatido nos EUA e os últimos acontecimentos fizeram com que avanços significativos acontecessem, mas ainda há muito que se avançar.
Papagaios-do-mar têm sido vistos recolhendo material para nidificação na ilha e isso é um bom sinal, apesar da redução de sua população, por causa de ratos-marrons que comem seus ovos.
O grou-comum era encontrado na Irlanda durante o inverno, mas não era registrado a mais de 300 anos, até que foram vistos fazendo ninhos durante esse período.
             
  Leia mais   Leia mais   Leia mais  
 
 
 
 
Cientistas afirmam que existem seis aves para cada humano
Proibição de mineração pode proteger aves nos EUA Santuários de aves são eficazes para populações vulneráveis
Estimativa dos pesquisadores revela que há cinquenta bilhões de aves no planeta Espécie que vive no oeste dos Estados Unidos corre risco desde a gestão Trump Áreas de manejo se mostram mais adequadas para nidificação e permanências das espécies
     
O estudo sugere, a partir da detecção, que haja aproximadamente 50 bilhões de aves, cerca de seis vezes a população humana. Verificou-se 9.700 espécies de aves, cerca de 92% do total conhecido.
A administração do governo Biden anunciou que deve avaliar a proibição de novas ações de mineração em áreas públicas federais nos estados ocidentais para proteger o perdiz-sage.
Uma nova pesquisa sobre a proteção de aves marinhas vulneráveis, publicada no jornal Conservation Biology, afirma que o crescimento populacional dessas aves foi mais expressivo em áreas destinadas ao manejo
             
  Leia mais   Leia mais   Leia mais  
 
 
 
 
Aves, aeroportos e os desafios de conservação e segurança
Machos voam sob cores falsas para atrair parceiras, diz estudo Ciência cidadã rastreia batalha de aves e bactérias
Mynas-comuns soaram o alarme no aeroporto de Darwin, na Austrália Microestruturas de penas permitem espécie realçar suas cores, parecendo ser melhores Doença bacteriana pode reduzir população de tentilhões
     
Aeroportos de todo mundo têm que lidar com a aparição e permanência de aves. Nesses locais as aves são um grande perigo para acidentes graves. Normalmente as aves de porte maior, como urubus são visitantes mais comuns
Diversas espécies de aves tropicais têm como características penas pretas com detalhes em cores fortes e atraentes, como vermelhos, amarelos, laranjas em formato de cones, alguns tons quase neons.
A doença deixa os olhos dos tentilhões inchados, vermelhos, lacrimejando e com crostas. As aves costumam morrer porque perdem a capacidade de enxergar e como consequência não consegue encontrar comida e viram presas fáceis
             
  Leia mais   Leia mais   Leia mais  
 
 
 
 
Menos insetos aquáticos, menos aves
Pesquisa sugere que sangue de aves pequenas aquece mais no inverno Pesquisa diz que 16 das 20 aves de jardim da Grã-Bretanha podem estar sumindo
Populações de aves que consomem insetos têm diminuído há décadas Estudo indica que aves minúsculas podem ficar com sangue mais quente no período de frio Levantamento anual indica que espécies podem estar desaparecendo desses ambientes
     
Um novo estudo publicado na revista Frontiers in Ecology and Evolution descreve o declínio de insetos que surgem de lagos e riachos poluídos nos Estados Unidos. A pesquisa demonstrou que a região dos Grandes Lagos
O estudo realizado pela Universidade Lund, na Suécia, e pela Universidade de Glasgow, na Escócia, coletou e analisou o sangue chapins-grandes, chapins-de-carvão e chapins azuis, no inicio de outono e no fim do inverno.
Já o pintassilgo e o tentilhão continuam em queda. Os números apresentam as maiores reduções desde o inicio do Big Garden Birdwatch, em 1979. O pintassilgo e a pomba-coleira tinham apresentado bons números nos últimos anos,
             
  Leia mais   Leia mais   Leia mais  
 
 
 
 
Chapins ‘atualizam tradições’ para melhorar comportamentos
Aves ameaçadas de extinção perdem sua vocalização Aves ajudam a controlar caramujos invasores
Pesquisa sugere que mudança ajuda na chegada de novas aves ao grupo Espécie está criticamente ameaçada de extinção Carão, uma ave pernalta, chega aos EUA para se fartar com uma iguaria, caramujos-maçã
     
A pesquisa revela que a imigração dessas aves é um grande motor para mudanças culturais entre os grupos de animais e que isso pode ajudar as espécies a se adaptarem aos ambientes com mais rapidez.
Aves canoras costumam aprender suas vocalizações com os indivíduos adultos, mas quando não há essa referência, as novas gerações dessas aves passam a soar “notas erradas” e desaprender uma característica fundamental
Moradores da Louisiana esperam ansiosos pela chegada dos limpkins, como são conhecidas as aves gruiformes, aqui no Brasil identificada como carão. Os três casais recém-chegados dos pântanos de água doce da Flórida
             
  Leia mais   Leia mais   Leia mais  
 
 
 
 
Diferentes disciplinas se unem para resolver mistério da morte de aves
Morte em massa de aves está ligada a incêndios florestais Cérebro de ave cresce no inverno para lembrar onde guardou comida
Cerca de3 milhões de aves migratórias foram encontradas mortas Pesquisadores também atribuem mortes a gases tóxicos O chapim-de-bico-preto é uma pequena e extraordinária ave
     
A rocha de origem vulcânica é caracterizada por bolhas de ar, o que permite que a pedra-pomes possa flutuar na água, por vezes até formar grades aglomerações, após erupções vulcânicas submarinas.
Utilizando dados científicos e de localização climática, pesquisadores concluíram que os incêndios florestais foram a causa da morte em massa de aves no oeste e centro dos Estados Unidos, em 2020.
Com a chegada da primavera no hemisfério norte a vida se renova, as florestas estão transbordando de biodiversidade e as aves canoras começam a retornar das migrações do sul
             
  Leia mais   Leia mais   Leia mais  
 
 
 
 
Mudança no uso da terra é um perigo para avifauna
Ave mais velha conhecida no mundo tem novo filhote Pesquisa destaca evidência sobre gene da migração em aves
Estudo realizado no Himalaia registra perda drástica de avifauna pela mudança no uso de territórios A fêmea de albatroz chamada Wisdom surpreende novamente ao chocar um filhote aos 70 anos Falcões-peregrinos dão pistas sobre migrações no Ártico
     
Florestas ocidentais do Himalaia, consideradas um hotspot de biodiversidade global, com grande variedade de espécies endêmicas, aquelas que só existem na região, estão sofrendo mudanças do uso do solo
Uma senhora ave, Wisdom, um albatroz-de-laysan selvagem anilhado com mais de 70 anos de idade, considerado o espécime mais velho do mundo, surpreendeu os cientistas mais uma vez.
Todos os anos milhões de aves visitam regiões sazonalmente favoráveis para procriação no Ártico, no entanto, ainda pouco se sabe sobre as características dessas rotas de migração, como sua formação e os determinantes genéticos
             
  Leia mais   Leia mais   Leia mais  
 
 
 
 
Aves podem usar mapas magnéticos para fazer as migrações
Lyrebirds podem imitar sons de outras aves para enganar fêmeas Gene do autismo pode silenciar a memória da ‘canção’ das aves
Pesquisa indica que esses mapas podem cobrir todo o planeta As aves-lira macho ‘mentem’ para conquistar parceiras, diz novo estudo Pesquisa foi realizada com tentilhões-zebra, uma espécie de ave canora
     
Ano após ano, bilhões de aves canoras migram por milhares de quilômetros entre a Europa e a África, para se reproduzirem sempre nos mesmos lugares escolhidos em suas primeiras jornadas.
Famosos por seu mimetismo, os lyrebirds agora são destaque por seu comportamento para conquistar novas fêmeas. Pesquisadores conseguiram identificar que quando uma fêmea de ave-lira pretende deixar um macho
Uma nova pesquisa sugere que a expressão abafada de um gene ligado ao autismo em cérebros de tentilhões-zebra jovens pode torná-los incapazes de aprender as vocalizações dos indivíduos adultos.
             
  Leia mais   Leia mais   Leia mais  
 
 
 
 
Aves são excelentes imitadoras
Redes sociais estão tornando aves celebridades e rivalizando observadores Lista Vermelha avalia status de perigo para aves
Nova pesquisa mostra que aves aprendem mais rápido e copiam seus vizinhos em decisões importantes Uma conta no Twitter espalhou a localização de aves raras em Nova York e isso pode ser um problema Relatório avalia condição de espécies de todo o planeta
     
Pesquisadores divulgaram um estudo feito com o papa-moscas (Ficedla albicollis) que revela que a espécie é capaz de tomar uma decisão em função de sua capacidade de aprendizagem.
Há algumas semanas foi o anúncio da coruja-das-neves (Bubo scandiacus), em outubro do ano passado, a coruja-barrada (Strix varia), em 2018, foi a vez do pato-mandarim (Aix galericulata).
Pesquisadores científicos acreditam que estamos passando por uma nova extinção em massa, em uma era identificada como Antropoceno, Antropo está relacionado aos humanos, pois somos a principal fonte do problema
             
  Leia mais   Leia mais   Leia mais  
 
 
 
 
Chapim-salgueiro, ameaçado de extinção, precisa de grandes áreas
Um paraíso para as aves migratórias Aves introduzidas causam impactos na biodiversidade
Menos de 3 mil casais sobrevivem, cada casal necessita de até 7 hectares para viver Mais de 82 milhões de aves voam por essas zonas de migração ocidental O mainá-indiano está no centro de uma polêmica na Austrália
     
Conhecido com uma das menores espécies encontradas na Grã-Bretanha, o chapim-salgueiro (Poecile Montanus), precisa de uma gigantesca área selvagem para se desenvolver, segundo pesquisa recente.
Durante milênios as aves migratórias seguem os mesmos padrões de voo, em busca de alimento. A viagem é longa e perigosa, e as aves passam por condições climáticas severas, desde tempestades que forçam os bandos a desviarem
– A quantidade de aves conhecida como mainá-indiano (Acridotheres tristis) se tornou um grande problema, segundo um grupo de ação local, que afirma que essas aves causam danos à vida selvagem
             
  Leia mais   Leia mais   Leia mais  
 
 
 
 
Nova ferramenta ajuda a escolher locais para parques eólicos e proteger aves
No exterior contar aves é uma atividade séria e incentivada Uma pequena mudança na pesca salva milhares de aves
Aves de rapina são bem vulneráveis e representam boa parte do grupo que morre em parques eólicos Sindicato de agricultores do País de Gales quer contar aves em propriedades rurais As aves que se emaranhavam em linhas de pesca agora são afugentadas por tubos coloridos
     
Já é sabido que as pás de turbinas eólicas causam acidentes e mortes de aves e morcegos. Aves de rapina como águias, urubus e abutres são particularmente atingidos, pois usam os mesmos recursos eólicos
A contagem já ocorre há oito anos e cerca de 1.500 fazendas participam. Segundo Goodall, essa época do ano, conhecida com “fenda da morte”, pela a escassez de alimentos, é crucial para as aves.
Barcos pesqueiros na Namíbia realizaram uma mudança simples e barata e agora estão salvando dezenas de milhares de aves marinhas vulneráveis anualmente, segundo estimativas de pesquisadores.
             
  Leia mais   Leia mais   Leia mais  
 
 
 
 
Imagens de aves capturadas em redes levam a pedido de mudanças
Aldeia da Nova Zelândia apaga luzes de rua para que aves não caiam em estradas Comedouros de aves podem ser culpados por surto e morte de aves selvagens
Fazendas de salmão na Tasmânia são pressionadas por mudanças para preservar aves Petréis têm caído em estradas da região confundindo luzes com peixes bioluminescentes WDFW informa que surto de Salmonela vem de comedouros, em Washington
     
Fazendas de aquicultura da Tasmânia se tornaram alvos de questionamentos depois que aves foram fotografadas presas em redes de pesca de salmão. A ‘Tasmanian Greens’ obteve as imagens de gaivotas e corvos-marinhos
Um vilarejo da Nova Zelândia, na tentativa de salvar uma espécie rara de ave, tem inovado com uma estratégia de apagar todas as luzes da rua para evitar que filhotes se confundam e caiam na estrada.
Autoridades locais acreditam que a propagação da doença neste inverno no hemisfério norte pode ter sido ampliada pela migração de tentilhões e outras espécies, que geralmente passam o inverno nas florestas do norte do Canadá
             
  Leia mais   Leia mais   Leia mais  
 
 
 
 
Fome pode ser causa de morte em massa de aves nos EUA
Mulher é acusada de envenenar quase 130 águias Aves que brincam são mais inteligentes, diz estudo
Necropsia revela que 80% das milhares de aves canoras que morreram repentinamente tinham sinais de emagrecimento Caso foi registrado em Violet Town, uma cidade da Austrália Pesquisa revela que brincadeiras tornam as aves mais espertas do que aquelas que não brincam
     
A morte em massa de milhares de aves canoras, ocorrida no sudeste dos Estados Unidos, pode ter sido causada pela fome prolongada e um clima mais frio, incomum para época, mas relacionada aos efeitos das mudanças climáticas
Uma mulher da cidade australiana de Violet Town está enfrentando cerca de 300 acusações por maus-tratos contra animais depois que agentes da vida selvagem encontraram cerca de 140 carcaças
Uma nova pesquisa publicada no site da Nature, liderada pela professora emérita, em comportamento animal, da University of New England, Gisela Kaplan, indica que aves que têm atividades lúdicas e brincadeira
             
  Leia mais   Leia mais   Leia mais  
 
 
 
 
 
Periquito-rico (Brotogeris tirica)
 
 
 

   
 
_Acompanhe as ações e atividades do Projeto Aves
     

 

     
             
             
  Patrocínio          
   
             
             
     
 

Nas Redes

Quem Somos
  Pesquisa Científica
Reflorestamento e Produção Florestal
corporativo@pick-upau.org.br Mitigação de Mudanças Climáticas
55 11 3571-3480 CECFLORA - Centro de Estudos e Conservação da Flora
São Paulo - SP Negócios Sustentáveis
  Publicações
  Acervo Técnico
  Central de Educação e Jornalismo Ambiental  
 
Copyright 2015-2021. Projeto Aves. © Agência Ambiental Pick-upau. Todos os direitos reservados.