Gavião-carijó (Rupornis magnirostris)
 
 
Anatomia e Morfologia
Asas coloridas ajudam aves a evitar colisões
Pesquisa descobre evidências sobre asas ventrais
 

21/07/2021 – Pesquisadores de diversas instituições da China, Estados Unidos e Alemanha publicaram um estudo na revista Proceedings of the Royal Society B, que indica evidências que asas ventrais coloridas auxiliam aves a evitar colisões. A pesquisa comparou cores das aves em 1.780 espécies, cerca de 75% das ordens.

Segundos os pesquisadores, colisões entre aves não havia sido devidamente estudado no passado, sobretudo, aquelas que vivem em comunidades, ou seja, próximas, por isso teorizam que essas aves têm alguma forma de evitar colisões durante o voo. Choques ente aves são muito perigosos, qualquer fratura nos ossos ou algum tipo de lesão nos músculos pode significar o impedimento para a busca de alimentos, fugir ou evitar predadores, nidificar ou mesmo cuidar dos filhotes.

Agora pesquisadores estudam quais mecanismos de prevenção a acidentes as aves usam. Analisando imagens de aves colonizadoras, os cientistas verificaram que a maioria parece ter asas ventrais mais coloridas e vibrantes, em relação a aves não colonizadoras. As chamadas asas ventrais são aquelas penas localizadas abaixo das asas, próximo à junção do corpo.

Reprodução/Maxpixel

 



Ao acessar e analisar dados de aves em todo planeta, os pesquisadores atestaram esse fato. Ao separar e comparar aves colonizadoras, foram registrados padrões evidentes. Todas as aves que vivem próximas possuem asas ventrais mais distintas. No caso de espécies maiores, mesmo as não colonizadoras, também tinham asas ventrais coloridas.

Para os pesquisadores, as asas ventrais coloridas auxiliam os indivíduos a identificar a localização exata de outras aves em voo, sendo mais efetiva a ação de evitar as colisões. Eles acreditam também as aves maiores possuem marcas semelhantes, pois são voadoras menos ágeis, ou seja, precisam de mais tempo e mais espaço para realizar manobras aéreas.

Criado em 2015, dentro do setor de pesquisa da Agência Ambiental Pick-upau, a Plataforma Darwin, o Projeto Aves realiza atividades voltadas ao estudo e conservação desses animais. Pesquisas científicas como levantamentos quantitativos e qualitativos, pesquisas sobre frugivoria e dispersão de sementes, polinização de flores, são publicadas na Darwin Society Magazine; produção e plantio de espécies vegetais, além de atividades socioambientais com crianças, jovens e adultos, sobre a importância em atuar na conservação das aves.

Da Redação, com informações de agências internacionais.
Fotos: Reprodução/Maxpixel

 
 
 
Quero-quero (Vanellus chilensis)
 
 
 

   
 
_Acompanhe as ações e atividades do Projeto Aves
     

 

     
             
             
  Patrocínio          
   
             
             
     
PROJETO AVES CONHEÇA + PROJETOS
SIGA-NOS
 

 

 
Quem Somos
Projeto Programa de Compliance
Notícias Negócios Sustentáveis
Espécies Plastic no Thanks
Ameaças Rede de Sementes e Mudas
Migração Pesquisa Científica
Nidificação e Reprodução Reflorestamento e Produção Florestal
Importância Mitigação de Mudanças Climáticas
Anatomia e Morfologia Publicações
You birds Acervo Técnico
Birds, Birds, Birds Central de Educação e Jornalismo Ambiental
Publicações Centro de Estudos e Conservação da Flora
Contato  
Doar    
 
Todos os direitos reservados. Projeto Aves 2015 - 2022. Agência Ambiental Pick-upau 1999 - 2022.