Talha-mar (Rynchops niger)
 
 
Notícia
Estado de conservação das aves ainda é desconhecido pela sociedade
Pesquisa traz um cenário com bons e maus resultados
 

14/06/2022 – Uma pesquisa realizada pela Universidade Estadual da Pensilvânia, naquele Estado, nos Estados Unidos, revela que a grande maioria das pessoas apoia a conservação das aves e acredita que serão necessários esforços para conseguirmos manter as comunidades de avifauna protegidas.

De acordo com Melissa Kreye, professora assistente de gestão de recursos florestais na Faculdade de Ciências Agrárias, a pesquisa traz boas e más notícias para a conservação das aves, em relação ao Poder Público, sociedade civil e iniciativa privada.

“Ficamos satisfeitos em ver o compromisso dos participantes com a conservação, mas suas respostas mostraram pouco ou nenhum reconhecimento da situação atual com as aves”, disse Kreye. Segundo a National Audubon Society, um relatório do Serviço de Pesca e Vida Selvagem dos EUA, divulgado no início deste ano identificou 269 espécies de aves em risco.

A pesquisa com quarenta perguntas foi desenvolvida por pesquisadores e especialistas da Universidade Estadual da Pensilvânia (Penn State), da Audubon Pensilvânia, da Pennsylvania Game Commission e da Western Pennsylvania Conservancy. Com objetivo de qualificar o questionário, foram realizadas 34 entrevistas com madeireiros, fazendeiros, donos de áreas florestais e especialistas de cinco organizações de conservação, além de agências federais. A pesquisa ouviu 650 pessoas na Pensilvânia.

Entre as perguntas, algumas sobre extração de madeira, incentivos fiscais para conservação de florestas e legislação ambiental: “O corte e remoção de árvores às vezes é necessário para fornecer lucros econômicos ao proprietário da floresta?”, “O governo deve usar incentivos financeiros para ajudar ou encorajar proprietários privados a mudar as práticas de manejo florestal?” ou “O governo deve ser capaz de regulamentar o uso de florestas localizadas em terras privadas para proteger os benefícios públicos?”.

Reprodução/Maxpixel

 



Também foram realizados questionamentos de afirmações sobre aves, “A maioria das populações de aves comuns está em boas condições?”, “Há habitats florestais / arbustivos jovens geralmente disponíveis e em boas condições?”, ou "Em 10 anos, algumas populações de aves comuns estarão em situação pior do que estão agora?”.

“Como resultado, grande parte do público na Pensilvânia já pode estar familiarizado com os conceitos relacionados à propriedade florestal privada, como extração de madeira, regulamentação governamental e programas de assistência ao proprietário”, disse ela. “As florestas no Estado também são importantes para muitos tipos de aves locais e migratórias, e o manejo florestal é uma estratégia importante para melhorar os habitats necessários para sustentar populações de aves saudáveis”, afirma Kreye.

Resultados publicados na revista Forests apontam que entrevistados com opiniões mais positivas costumam ter atitudes e costumes mais alinhadas às aves, incluindo uma relação mais ética com esses animais. Os pesquisadores também avaliaram que estudantes podem ter uma compreensão mais definida sobre a conservação das aves e a importância das florestas.

Por outro lado, os responsáveis pela pesquisa ficaram surpresos com algumas respostas e como as pessoas veem a situação atual de conservação das aves. Segundo os especialistas, a falta de conhecimento sobre os riscos e o declínio das aves pode acarretar no desinteresse em tratar causas mais complexas sobre o impacto nas comunidades da avifauna. Em resumo, as pessoas acreditam que aves e habitats estão bem e devemos nos preocupar somente no futuro. Entretanto, muitos estudos demonstram que nas últimas cinco décadas, quase 3 milhões de aves foram mortas por causas não naturais.

Criado em 2015, dentro do setor de pesquisa da Agência Ambiental Pick-upau, a Plataforma Darwin, o Projeto Aves realiza atividades voltadas ao estudo e conservação desses animais. Pesquisas científicas como levantamentos quantitativos e qualitativos, pesquisas sobre frugivoria e dispersão de sementes, polinização de flores, são publicadas na Darwin Society Magazine; produção e plantio de espécies vegetais, além de atividades socioambientais com crianças, jovens e adultos, sobre a importância em atuar na conservação das aves.

Da Redação, com informações da Pennsylvania State University
Fotos: Reprodução/Maxpixel

 
 
 
Periquito-rico (Brotogeris tirica)
 
 
 

   
 
_Acompanhe as ações e atividades do Projeto Aves
     

 

     
             
             
  Patrocínio          
   
             
             
     
PROJETO AVES CONHEÇA + PROJETOS
SIGA-NOS
 

 

 
Quem Somos
Projeto Programa de Compliance
Notícias Negócios Sustentáveis
Espécies Plastic no Thanks
Ameaças Rede de Sementes e Mudas
Migração Pesquisa Científica
Nidificação e Reprodução Reflorestamento e Produção Florestal
Importância Mitigação de Mudanças Climáticas
Anatomia e Morfologia Publicações
You birds Acervo Técnico
Birds, Birds, Birds Central de Educação e Jornalismo Ambiental
Publicações Centro de Estudos e Conservação da Flora
Contato  
Doar    
 
Todos os direitos reservados. Projeto Aves 2015 - 2022. Agência Ambiental Pick-upau 1999 - 2022.